Arquivos Rio de Janeiro - Blog Edison Silva

No Ceará, a Operação Santana Raptor, da Polícia Federal, prende traficantes de fósseis

Dois homens foram presos em flagrante com fósseis, nos municípios cearenses de Santana do Cariri e Nova Olinda, onde foi constatada a extração ilegal de fósseis por parte de trabalhadores em pedreiras. A investigação aponta o primeiro preso como dos principais negociadores de fósseis no período investigado (2017-2020). O segundo, suspeito de ser responsável por receber valores, é um professor e pesquisador da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ).

Endereços ligados a Marcelo Crivella são alvos de busca e apreensão pela Polícia Federal

Na manhã desta quinta-feira (10), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (REPUBLICANOS), foi alvo de busca e apreensão da Polícia Federal em endereços como o seu gabinete no Palácio da Cidade, sede da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro, e em seu apartamento pessoal. A ação da PF faz parte das investigações sobre um suposto esquema de corrupção na prefeitura carioca.

Procurador da República pediu a prisão do governador Wilson Witzel, mas o ministro do STJ só determinou o afastamento

A denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República afirma que os pagamentos ao escritório da primeira-dama somam R$ 554 mil. Helena e Wilson Witzel foram denunciados por corrupção passiva e lavagem de dinheiro, crimes que teriam ocorrido 25 vezes. Além da condenação e da perda do cargo público, a procuradoria pede pagamento de indenização de R$ 1,108 milhão aos cofres públicos. A denúncia é assinada pela subprocuradora-geral da República, Lindôra Maria Araújo.

Corregedor Geral da Justiça manda abrir investigação sobre a participação de juiz federal do Rio de Janeiro em eventos políticos

O corregedor nacional de Justiça, ministro Humberto Martins, oficiou à Corregedoria Regional da 2ª Região para que apure se Marcelo da Costa Bretas, juiz titular da 7ª Vara Federal da Criminal do Rio de Janeiro, efetivamente praticou atos de caráter político-partidário”, de “superexposição e de autopromoção”, em violação aos deveres funcionais da magistratura nacional, tal […]

Manifestação do procurador-geral da República contra a homologação do acordo de colaboração de Sérgio Cabral

Outro aspecto mencionado na petição é a premissa de que, ao firmar um acordo de colaboração, a pessoa investigada confessa práticas criminosas, compromete-se a cessá-las, a reparar o mal que causou, além de passar a agir de acordo com a lei e a atuar em colaboração com o Estado para a elucidação dos crimes e a recuperação dos danos deles decorrentes.