Dessalinização em Fortaleza vai demorar. Concorrentes contestam habilitação de um dos consórcios

Os Consórcio GS Inima Brasil e Cobra Brasil apresentaram recursos e dizem que uma das empresas integrantes do Consórcio Águas de Fortaleza, Abengoa Brasil, controlada pelo grupo espanhol Abengoa S/A, não apresentou documentos válidos.

Contestação de procuradores da Lava Jato atinge o chefe da Procuradoria da República nacional

Procuradores do Ministério Público Federal no Paraná publicaram a seguinte Nota de Esclarecimento: "Os procuradores da República integrantes da força-tarefa constituída pelo Ministério Público Federal para atuar na operação Lava Jato repudiam as declarações infundadas lançadas em “live” realizada na noite de 28 de julho de 2020, com a participação do Procurador-Geral da República e advogados que patrocinam a defesa de influentes políticos e empresários investigados ou condenados na operação Lava Jato."

Ir ao Topo