Arquivos Eleições 2020 - Blog Edison Silva

Portaria da presidente do TSE estimula os defensores do adiamento das eleições municipais deste ano

A Justiça Eleitoral, por conta da burocracia reclamada pela eleição, precisa de mais prazos para sua organização do que os próprios políticos para suas campanhas. Assim, como ela não pode ficar muito tempo com essas incertezas sobre os efeitos e consequências da pandemia, significa dizer que até julho ela deverá afirmar se tem ou não condições de fazer a eleição.

Secretários e coordenadores deixam os cargos na Prefeitura de Fortaleza para disputar vagas na Câmara Municipal

As exonerações assinadas pelo chefe do Poder Executivo demonstram a quantidade de gestores que utilizaram suas atividades administrativas como trampolim político, visando apenas o pleito eleitoral. Alguns, inclusive, são vereadores licenciados ou ex-vereadores que foram inseridos na gestão como prêmio de consolo pela derrota nas urnas, em 2016.

Élcio Batista se filia ao PSB e é tido como nome da legenda para o pleito majoritário em Fortaleza

O novo pessebista é tido como um dos nomes da base governista que podem disputar a Prefeitura de Fortaleza no pleito deste ano. Além de Élcio, também estão sendo cotados como eventuais postulantes, o presidente da Assembleia Legislativa, José Sarto, o deputado estadual Salmito, o secretário do Governo da Prefeitura de Fortaleza, Samuel Dias. Outros nomes também figuram como menos intensidade na lista dos especuladores.

PT de Fortaleza deve adiar encontro municipal que indicará Luizianne Lins como pré-candidata

Um membro da direção nacional do Partido dos Trabalhadores informou ao Blog do Edison Silva que não houve qualquer alteração no calendário eleitoral interno do PT. No entanto, a direção municipal aguarda as diretrizes do partido para tomar uma decisão conjuntamente. Apesar do impasse, Luizianne Lins segue sendo o único nome da agremiação colocado para a disputa de outubro.

Vereadores de Fortaleza ficaram sem opção de partido até o último momento. Representatividade muda na CMFor

Ao menos sete partidos políticos vão ficar sem representantes no Legislativo da Capital, enquanto outros se fortaleceram com o ingresso de vereadores que tentarão a reeleição em outubro próximo. Perderam representatividade o PRTB, que havia eleito quatro parlamentares em 2016; o PTC que tinha duas vereadoras; o DC; PATRIOTAS; PRP que também possuía dois vereadores em seus quadros; o PODEMOS e o Republicanos.

Mais quatro vereadores devem se filiar ao PDT que passará a ter 15 integrantes na Câmara de Fortaleza

Com essas aquisições, o Republicanos deixará de existir na Câmara Municipal de Fortaleza. Já o PROS volta a ter apenas três parlamentares, uma vez que Sargento Reginauro, até então sem partido, se filiou à legenda recentemente.  O PRTB também deixará de ter representantes na Casa. Além de Paulo Martins, Raimundo Filho, Priscila Costa e Dr. Porto também deixarão a agremiação.

Justiça Eleitoral cumpre o calendário, mas é latente o desejo dos políticos de adiarem as eleições municipais

Eleições gerais, de vereador a presidente da República, em dia único de votação, já tivemos no Brasil ao longo de muitos anos. O principal argumento para separação, de vereadores e prefeitos num determinado ano, e de deputados, senadores, governadores e presidente dois anos depois do pleito municipal, foi o de ser grande a quantidade de nomes para o eleitor escolher os seus em um único momento.

Parlamentares cearenses divergem sobre adiamento das eleições municipais deste ano

Na semana passada, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu que não vai alterar a data final da chamada “janela partidária”. Em nota divulgada nesta segunda-feira (23), a presidente da corte, a ministra Rosa Weber afirmou que é “precoce” o debate sobre adiamento das eleições municipais 2020, “não sendo demais repisar que tem como objeto matéria prevista expressamente no texto constitucional e na legislação infraconstitucional”.

Luizianne Lins oficializa ao diretório municipal do PT sua candidatura à Prefeitura de Fortaleza

Em 2016, Luizianne Lins ficou na terceira posição, atrás de Capitão Wagner e Roberto Cláudio, que foi reeleito para seu segundo mandato, que se encerra no dia 31 de dezembro deste ano. Wagner e Luizianne devem estar novamente na disputa eleitoral deste ano. Enquanto que o atual prefeito trabalha com seu grupo político um nome que dê prosseguimento ao seu projeto administrativo na Capital.