Proposta prevê licença-maternidade de 240 dias com a mãe trabalhadora recebendo metade da remuneração

O Projeto de Lei 5373/20 prevê que a trabalhadora mãe ou adotante possa optar por 120 dias de licença-maternidade com salário integral, como é a regra geral atualmente vigente, ou então por 240 dias de afastamento com a metade da remuneração.

Por |2020-12-30T20:21:33-03:0030 de dezembro de 2020|Tags: , , , , |

Deputados sugerem ampliação de licença-maternidade, adicional por insalubridade e auxílio emergencial para trabalhadores do turismo

Dentre as aprovações, estão o que propõe adicional de insalubridade e periculosidade para profissionais de segurança pública e agentes sócio-educadores do Estado; o projeto que sugere auxílio aos profissionais de turismo do Estado durante a pandemia e o que aumenta as licenças maternidade e paternidade de servidores públicos estaduais durante o período de calamidade pública causado pelo coronavírus no Estado.

Deputada quer ampliar licença-maternidade e paternidade enquanto durar a pandemia

Foi protocolado na Assembleia Legislativa do Ceará um projeto de indicação, de autoria da deputada Aderlânia Noronha (SD), que visa ampliar os dias de licença/maternidade e de licença/paternidade às servidoras públicas estaduais gestantes ou adotantes e aos servidores públicos estaduais, em caso de nascimento de filho ou no caso de pai adotante.

Depois de abrir mão de licença maternidade, vereadora deixa a Câmara de Fortaleza por 120 dias

Quando teve a oportunidade de tirar licença maternidade por até seis meses, em setembro passado, a vereadora Priscila Costa (PRTB) recusou a ideia, e disse ao Blog do Edison Silva que não o fez por um "ato materno". Percebendo as dificuldades para criar o filho e atuar na vida pública, a parlamentar resolveu pedir licença por um prazo de quatro meses para tratar de "interesses particulares".

Por |2019-12-12T15:10:56-03:0012 de dezembro de 2019|Tags: , , |
Ir ao Topo