Arquivos Audiência Pública - Blog Edison Silva

Interesses ocultos usam meio ambiente para prejudicar o Brasil e derrubar o governo Bolsonaro, diz general Heleno

De acordo com Salles, o plano de ação para o Fundo Clima já foi feito, o comitê gestor já está empossado e os recursos para dar andamento aos projetos já foram encaminhados ao BNDES, na ordem de R$ 581 milhões. Por esse motivo, ele defendeu que a ADPF já perdeu seu objeto e deve ser arquivada pelo Supremo, uma vez que os autores pediam, justamente, que essas medidas fossem tomadas.

Assembleia Legislativa debate linha de crédito do BNB para o Transporte Complementar

A Comissão de Viação, Transporte e Desenvolvimento Urbano (CVTDU) da Assembleia Legislativa realiza sexta-feira (03/07), às 9h, pelo Sistema de Deliberação Remota (SDR), audiência pública para tratar da garantia de acesso, condições e informações à linha de crédito do BNB para os trabalhadores que compõem o Sistema de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros.

Comissão de Saúde pedirá urgência na tramitação das mensagens enviadas pelo Poder Executivo

A deputada Dra. Silvana (PL) repercutiu a audiência pública realizada na terça-feira (11/03) na Assembleia Legislativa para debater três propostas do Poder Executivo encaminhadas ao Legislativo. Os projetos tratam da criação da Autoridade Reguladora da Qualidade dos Serviços de Saúde (ARQS) e da Fundação Regional de Saúde (Funsaúde), além da previsão de ascensão funcional dos servidores da saúde.

Comissão de Defesa Social é demandada para mediar conflito entre Governo do Estado e policiais amotinados

Um dos requerimentos encaminhados para a Comissão de Defesa Social, de autoria do deputado Audic Mota (PSB), requer realização de reunião extraordinária, em caráter de urgência, para constituição de uma comissão temporária, que deve ser responsável pela retomada do diálogo sobre reestruturação remuneratória da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros do Estado.

Médicos do Estado do Ceará querem discutir implantação do Plano de Cargos

“A referida lei nunca entrou efetivamente em vigor, estando os profissionais sem receber as progressões e reajustes salariais desde então. O não cumprimento dessa lei é um desrespeito não somente ao médico e ao sindicato, mas principalmente um desrespeito ao usuário do sistema. O que pleiteamos é apenas que a lei seja finalmente cumprida, o que é devido à categoria há mais de 11 anos”, defendeu Heitor Férrer.