Fim das coligações partidárias aumenta competição por vaga na Câmara Municipal. As alianças majoritárias merecem esclarecimentos

É difícil, para os dirigentes partidários e candidatos, dar explicações sobre essas mudanças de alianças, até certo ponto esdrúxulas. Em 2016, Wagner era o melhor nome para os comandantes e filiados ao MDB, para o pessoal do PSDB, e para o próprio Solidariedade. Agora não é mais.

Candidatura do PDT na Capital reúne a maior força político-partidária nas eleições deste ano

Com a coligação que pode se formar em torno da candidatura de Sarto, ele terá o maior número de candidatos proporcionais no entorno de sua postulação. Somente Capitão Wagner (PROS), que montou um bloco com nove partidos aliados, terá postulantes a vereador com quantidade numérica semelhante ao do pedetista. 

Por |2020-09-11T19:55:39-03:0011 de setembro de 2020|Tags: , , , , , , , |

PSOL se reúne para definir se terá ou não candidatura própria em Fortaleza

Para demonstrar que o partido tem nomes para a disputa, a escritora Helena Vieira, primeira mulher trans pré-candidata à prefeita de Fortaleza, lançou seu nome como alternativa a Renato Roseno, que ainda tem maioria entre as correntes do PSOL. Vieira já foi assessora do parlamentar na Assembleia Legislativa.

Por |2020-06-26T20:31:46-03:0026 de junho de 2020|Tags: , , , , |

O PSDB parece não querer repetir um grande insucesso em Fortaleza. Carlos Matos tem prazo para viabilizar o seu nome

O PSDB não apresentou candidato próprio na última eleição municipal na Capital cearense. O partido participou da disputa, em 2016, apoiando a candidatura do Capitão Wagner. Em 2012, com Marcos Cals, os tucanos conseguiram somar apenas 30.457 votos, representando 2,43% do total de votantes em Fortaleza.

Ir ao Topo