Presidente do TSE defende garantias de “eleições livres, limpas e seguras”

Em publicação nas redes sociais, neste 7 de setembro, data em que se comemora a Independência do Brasil, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Luís Roberto Barroso, pediu que não haja "volta ao passado".

TSE: Como ministra substituta, Maria Claudia Bucchianeri tomou posse na noite de ontem (3)

Bucchianeri se junta a um pequeno hall de apenas oito mulheres que integraram o Plenário do TSE ao longo dos anos 89 anos da Justiça Eleitoral: Ellen Gracie, Eliana Calmon, Fátima Nancy Andrighi, Cármen Lúcia, Laurita Vaz, Maria Thereza de Assis Moura, Rosa Weber e Luciana Lóssio.

Documento assinado por todos ex-presidentes do TSE defende continuação da urna eletrônica como mecanismo da democracia

Luís Roberto Barroso, Edson Fachin, Alexandre de Moraes, Rosa Weber, Luiz Fux, Gilmar Mendes, Dias Toffoli, Cármen Lúcia, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio Mello, Ayres Britto, Carlos Velloso, Sepúlveda Pertence, Nelson Jobim, Ilmar Galvão, Sydney Sanches, Francisco Rezek e Néri da Silveira rejeitam a volta do voto impresso.

Ir ao Topo