Adeus às ilusões, ou os militares na política – Filomeno Moraes

O tempo de comandante do EB de Vilas Bôas transcorreu durante as breves presidências de Dilma Rousseff e Michel Temer e pouco mais de um mês da de Jair Bolsonaro, tempo marcado, pois, por importantes e decisivos eventos – não necessariamente para o bem da República -, como o impeachment de Rousseff (2016), a sucessão pelo vice-presidente Michel Temer (2016-2018) e a eleição de Jair Bolsonaro, em 2018.

O retorno do reprimido – Filomeno Moraes

Talvez se possa dizer que, mesmo revogado na passagem do governo Geisel para o Governo Figueiredo, o espírito do AI-5 é o reprimido que diuturnamente sufoca a sociedade brasileira, no momento com a morbidez das suas misérias habituais acrescida da morbidez da peste da Covid-19, que, em um ano já ceifou a vida de quase duzentas mil pessoas.

Por |2020-12-16T20:48:29-03:0016 de dezembro de 2020|Tags: , , , , |

Morre o mestre do Direito Constitucional brasileiro. Em 2019, no ConJur, Filomeno Moraes escreveu sobre Paulo Bonavides

"Paulo Bonavides tem sido ao longo dos seus quase 95 anos de idade, fundamentalmente, um grande mestre da política e do Direito Constitucional, com a constante preocupação com o aperfeiçoamento republicano, democrático e federativo brasileiro", Filomeno Moraes

Por |2020-10-30T19:37:15-03:0030 de outubro de 2020|Tags: , , , |
Ir ao Topo