Deltan Dallagnol confirma que é regular contratação de ex-assessor com verba pública

A federação Brasil da Esperança (composta pelos partidos PT, PCdoB e PV) no estado do Paraná moveu ação na última quarta-feira (3) para que Deltan esclareça o pagamento de R$ 100 mil ao escritório de Matheus Carmo, cujo escritório foi contratado pelo Podemos com recursos do Fundo Partidário. Em notas, Dallagnol e Carmo afirmam que a ação dos partidos não tem fundamento. Os dois negam que o escritório recebe do Podemos sem prestar serviços advocatícios.

Decisão judicial obriga município de Jucás/CE a aplicar precatórios do Fundeb na Educação

O contrato do município de Jucás estabelece honorários advocatícios de 20% ao escritório Monteiro e Monteiro Advogados sob o valor obtido por meio da ação judicial, que resultou em R$ 18,5 milhões e, por conseguinte, o montante de R$ 3,7 milhões para o escritório.

Ir ao Topo