Deputado André Fernandes é denunciado também pelo PSDB por quebra do decoro parlamentar - Blog Edison Silva

Deputado André Fernandes é denunciado também pelo PSDB por quebra do decoro parlamentar

André Fernandes acusou, em redes sociais, que médicos cearenses estariam recebendo pressão do secretário da Saúde, Dr. Cabeto, para colocar Covid-19 nos atestados de óbito. Foto: Divulgação.

Pela segunda vez, a direção do PSDB no Ceará entra com representação no Conselho de Ética da Assembleia Legislativa contra o deputado André Fernandes por quebra de decoro parlamentar.

Desta vez a denúncia, assinada pelo presidente do diretório estadual, ex-senador Luiz Pontes, foi protocolada na quinta-feira (21) e requer que sejam apuradas as acusações feitas pelo parlamentar contra o secretário da Saúde do Estado, Carlos Roberto Martins Rodrigues Sobrinho, o Dr. Cabeto, apontando-o como autor de suposta pressão junto aos médicos para fornecerem atestados de óbito falsos, distorcendo dados relacionados ao número de casos da Covid-19.

“São denúncias elaboradas de má-fé, tentando atingir a imagem do secretário, com graves consequências sobre a segurança e a saúde da população, em pleno enfrentamento da pandemia do novo coronavírus”, detona Luiz Pontes em defesa do correligionário, Dr. Cabeto.

A primeira denúncia do PSDB contra André Fernandes foi oficializada em junho de 2019, quando o parlamentar apontou o envolvimento do então tucano, deputado estadual Nezinho Farias (hoje filiado ao PDT), de envolvimento em facções criminosas no Estado.

A ação vem tramitando desde então e está em sua fase final, com parecer do Conselho de Ética recomendando a suspensão do mandato de Fernandes por 30 dias. Para ser concluído, o processo precisa ser votado pelo Plenário da Assembleia Legislativa.

Acusação não atinge apenas o secretário

Segundo Luiz Pontes, o ataque por meio de notícias falsas, é uma afronta e um desrespeito não só à reputação do Dr. Cabeto, mas “atinge todos os médicos e outros valorosos profissionais de saúde que atuam na linha de frente no combate à pandemia e que merecem o respeito e reconhecimento de todos os cearenses”.

Ao representar mais uma vez contra o deputado por uso reiterado de fake news, o PSDB também sai em defesa de um de seus mais destacados membros. O secretário Cabeto é filiado ao PSDB desde 2013 e pertencente ao Diretório Estadual, inclusive já tendo exercido cargo na Executiva Estadual como vice-presidente no período de 10 de novembro de 2017 até 10 de maio de 2019.

“O que visamos, acima de tudo, é o respeito e proteção à população de receber informações verdadeiras, da imagem dos filiados do PSDB, médicos e mesmo da Instituição Parlamentar”, reitera Luiz Pontes.

Série de representações

Secretário da Saúde, Dr. Cabeto, é filiado ao PSDB. Foto: Marcelo Bloc/Blog do Edison Silva.

Este é mais um capítulo da série de representações apresentadas contra deputados ao Conselho de Ética da Assembleia nos últimos tempos. Após a denúncia realizada pelo PSDB, em junho do ano passado, que deve render uma suspensão de 30 dias ao deputado André Fernandes – após o plenário votar secretamente pelo acatamento da punição sugerida – outros partidos têm apresentado, ou prometido apresentar, denúncias semelhantes contra André e contra outros parlamentares.

Esta semana, o Partido Socialismo e Liberdade (PSOL) pediu a instauração de processo disciplinar contra André Fernandes no Conselho de Ética da Assembleia, devido às mesmas declarações nas redes sociais que culminaram na denúncia acima, apresentada pelo PSDB.

Partido aliado de André Fernandes na Assembleia, a direção estadual do Partido Republicano da Ordem Social (PROS) denunciou recentemente os deputados Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) ao Conselho de Ética da Casa, por confusão entre eles durante sessão plenária, no início de março deste ano. A representação foi feita pelo Pros, visto que Fernandes não tem bom relacionamento com a direção estadual do PSL, partido pelo qual foi eleito.

Maior bancada da Assembleia, o Partido Democrático Trabalhista (PDT) prepara nova denúncia contra André Fernandes, desta vez devido as declarações do parlamentar acusando o colega Osmar Baquit de ter ligações com uma quadrilha chamada de “Pipocas” responsabilizada por assaltos a bancos; e por ter envolvimento em incêndio de uma rádio no Interior.

Deixe uma resposta