Deputados Osmar Baquit e Leonardo Araújo trocam ofensas no Plenário e têm que ser contidos; veja vídeo - Blog Edison Silva

Deputados Osmar Baquit e Leonardo Araújo trocam ofensas no Plenário e têm que ser contidos; veja vídeo

Baquit e Leonardo quase chegaram às vias de fato no Plenário 13 de Maio. Foto: Marcelo Bloc/Blog do Edison Silva.

O clima esquentou na Assembleia Legislativa e os deputados Osmar Baquit (PDT) e Leonardo Araújo (MDB) bateram boca em plena Mesa Diretora, tendo que ser segurados por colegas e assessores para não se agredirem fisicamente. O deputado Fernando Santana (PT), que presidia a sessão, teve que suspender os trabalhos enquanto a dupla se acalmava.

Baquit afirmou que o colega gosta de gritar com mulher, chamou Leonardo de ‘venal’, ‘vagabundo’ e ‘comprador de votos’, enquanto o MDBista respondia com termos como ‘garganta de aluguel’ e acusações de “vender o TCM” na casa de Patrícia Aguiar (PSD), em referência ao extinto Tribunal de Contas dos Municípios, do qual Domingos Filho (esposo de Patrícia) foi o último presidente. Ambos apontavam o dedo para o outro, enquanto eram segurados pelos presentes, inclusive pelos deputados Dra. Silvana (PL), Walter Cavalcante (MDB) e Evandro Leitão (PDT).

Disputa nos Inhamuns

A disputa por colégios eleitorais na região dos Inhamuns, mais uma vez, ganhou espaço na Casa. Mesmo com Patrícia Aguiar presidindo a sessão no momento, o deputado Leonardo Araújo usou do tempo no primeiro expediente para atacar o deputado federal Domingos Neto (PSD) e o ex-deputado Domingos Filho (PSD), respectivamente filho e esposo da deputada Patrícia Aguiar.

Leonardo afirmou que Domingos Neto, relator do Orçamento da União, usou a relatoria para pressionar o governo. Acusou ainda o pai, Domingos Filho, de usar o prestígio do filho em Brasília para prospectar políticos na região dos Inhamuns.

Como já havia acontecido há algumas semanas, Patrícia ganhou direito de resposta, onde cobrou respeito e disse ter muito orgulho da carreira do filho e do esposo. Diferentemente da vez anterior, a deputada subiu o tom da voz e se mostrou bastante nervosa.

Após o ocorrido, Osmar Baquit entrou no plenário e já se prontificou a defender a colega. Não conseguindo trocar de tempo com o petista Acrísio Sena, acabou conseguindo voz cedida pelo deputado Fernando Hugo. Na fala, solidarizou-se com Patrícia e a família, afirmou que Leonardo é a única pessoa que fala mal de Patrícia e sua família, e que isso se dá porque o parlamentar gostaria de ter a ‘força política’ de Domingos Filho.

Leonardo pediu aparte, Baquit afirmou que daria mas, ao final, não concedeu. Em sua última frase, Baquit afirmou que seu avô o ensinou que, quando pessoas de bem falam de você, é necessário ouvi-las, mas quando pessoas más falam, é melhor ignorar.

Leonardo sentiu-se ofendido com o pronunciamento de Baquit e pediu direito de resposta ao presidente Fernando Santana, que consultou o Departamento Legislativo e acabou não concedendo. Então, Araújo pediu um aparte para o deputado Apóstolo Luiz Henrique, que fazia pronunciamento sobre outro assunto. Não sendo consentida a fala na tribuna, Leonardo Araújo aproveitou-se dos segundos que antecediam o pronunciamento de Delegado Cavalcante (PSL) para pedir um aparte ao colega, alegando que estaria sendo cerceado pela Mesa. Foi então que Baquit, também sentado na Mesa Diretora, levantou-se e começou a confusão registrada no vídeo abaixo:

Nota da presidência

“O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), lamentou, por meio de nota, o episódio ocorrido na manhã desta terça-feira (10/03) envolvendo os deputados Leonardo Araújo (MDB) e Osmar Baquit (PDT).  Ele informou ter reunido os dois parlamentares, que já se desculparam e concordaram em se retratar com a população cearense pelos excessos.

Em nome da Mesa Diretora, Sarto reiterou apelo para que os debates no Legislativo Estadual sejam feitos com zelo e respeito ao contraditório. O presidente comunicou ainda que o tema será pauta da próxima reunião do Colégio de Líderes.”

2 comentários “Deputados Osmar Baquit e Leonardo Araújo trocam ofensas no Plenário e têm que ser contidos; veja vídeo

Deixe uma resposta