Após pressão de evangélicos, deputados do PT retiram projeto que penaliza a prática de discriminação por motivo religioso - Blog Edison Silva

Após pressão de evangélicos, deputados do PT retiram projeto que penaliza a prática de discriminação por motivo religioso

Bancada petista vinha debatendo sobre os caminhos que vinham levando o projeto apresentado em conjunto. Foto: Blog do Edison Silva.

Após debates, polêmicas e reuniões na Assembleia Legislativa, os deputados estaduais do Partido dos Trabalhadores (PT) irão retirar de tramitação a proposta que penaliza a prática de discriminação por motivo religioso.

Conforme o Blog do Edison Silva adiantou, Elmano Freitas, Acrísio Sena, Moisés Braz e Fernando Santana chegaram a um acordo com deputados ligados à Igreja Evangélica, especificamente Dra. Silvana (PL) e Apóstolo Luiz Henrique (PP). Ficou acordado que os petistas retirarão o projeto apresentado pela bancada, assim como Silvana retirará seu projeto sobre manifestações culturais, que prega o respeito às religiões. A posteriori, a bancada petista irá se unir com Silvana e Luiz Henrique, e os demais parlamentares que quiserem participar, para elaborarem em conjunto um projeto de lei que tenha como centro o respeito à crença e à fé do povo cearense.

Leia também:
Petistas apresentam projeto que penaliza prática de discriminação por motivo religioso
Após pressão de religiosos, vereador retira projeto sobre “Liberdade de Expressão”

Elmano pronunciou-se sobre o caso durante o primeiro expediente da sessão plenária desta quinta-feira (7). Para ele, mesmo com tanta divergência sobre o projeto, havia um ponto convergente: todos querendo a exigência de respeito às religiões. “Nós achamos que tínhamos incompreensões. Achamos nosso projeto totalmente constitucional, e que poderia ser aperfeiçoado. Mas eu acho que quando você retira os dois projetos, você se desarma para preconceitos, se desarma de opiniões pré-formadas e você senta, coloca os problemas que nós temos na convivência religiosa, no desrespeito que tem acontecido. A partir dos problemas concretos, e preservando os direitos da pessoa evangelizar, exercer sua crença, nós vamos fazer a defesa do direito de crença e de evangelização e, ao mesmo tempo, a exigência de respeito à religiosidade do nosso povo”, explicou Elmano ao Blog do Edison Silva.

> Elmano Freitas comenta acordo feito com bancada evangélica; ouça:

 

Silvana comemorou a retirada do projeto petista. Para ela, o projeto petista feria sua fé, não a protegia, como defendiam seus autores. “A política é a arte de você se fazer ouvir. A minha função não é apenas fazer barulho, é fazer acontecer. Me sinto útil em ver a retirada do projeto do PT”, disse a deputada durante pronunciamento também no primeiro expediente da Casa.

> Deputada Silvana comemora retirada de projeto petista; ouça:

 

A parlamentar minimizou o fato de ter retirado de pauta um projeto seu, afirmando não ser ele uma prioridade para sua igreja, nesse momento. “Ter essa arma de negociação, nesse momento, nos alegra bastante. Eu estou retirando o projeto, eles retiram o projeto deles e, mais na frente, podemos fazer um projeto a mais mãos. Isso é o que foi acordado, com a participação da nossa Ordem dos Ministros Evangélicos do Estado do Ceará (Omece)”, afirmou a deputada ao blog.

Deixe uma resposta