Vereadores de Fortaleza já estão se preparando para a disputa eleitoral de 2022 - Blog Edison Silva

Vereadores de Fortaleza já estão se preparando para a disputa eleitoral de 2022

Adail Jr, que deve ser candidato a deputado estadual, reclamou da falta de atenção da direção do PDT para com os suplentes. Foto: CMFor.

Eleitos no ano passado, vereadores de Fortaleza já estão de olho nas eleições gerais de 2022. Alguns preferem não expor, no momento, a intenção de se candidatar, outros já falam abertamente, inclusive na Câmara Municipal.

A participação cada vez mais ativa desses parlamentares na tribuna da Casa Legislativa e redes sociais visa, justamente, se aproximar do eleitorado e se preparar para o próximo pleito.

Um dos vereadores da oposição que menos utilizava a tribuna na legislatura passada, Julierme Sena (PROS), agora primeiro secretário da Mesa Diretora, tem surpreendido seus pares, visto a intensa participação nas sessões ordinárias. O motivo é que o parlamentar será, novamente, candidato a deputado federal, contando com apoios dentro da Polícia Civil do Ceará.

O parlamentar não negou quando seus colegas insinuaram que ele será candidato, durante sessão na semana passada.

Outro que tentará, mais uma vez, ser deputado, é o vereador Adail Júnior (PDT). Durante pronunciamento, nesta semana, voltou a criticar a direção do PDT, que segundo ele, não tem dado espaço para os suplentes. Essa não é a primeira vez que Adail reclama das atitudes da presidência da agremiação.

Como o pleito do próximo ano tende a seguir as mesmas regras das eleições municipais de 2020, com proibição de coligações proporcionais, as siglas tenderão a indicar o maior número possível de candidatos. E alguns vereadores de Fortaleza estão entre os puxadores de votos.

Um dos nomes certos para a disputa à uma das vagas na Assembleia Legislativa é o do presidente da Câmara Municipal, o vereador Antônio Henrique (PDT). Outros membros da sigla pedetista podem tentar vagas tanto no Legislativo Estadual quanto na Câmara Federal. Dentre eles estão: Enfermeira Ana Paula, Júlio Brizzi e Lúcio Bruno.

No PROS existe a possibilidade de todos os cinco quadros se colocarem para a disputa a uma vaga em qualquer das casas legislativas.

Ronaldo Martins e Carmelo Neto, ambos do Republicanos, também têm pretensões de alçar voos mais altos, assim como Priscila Costa, do PSC, que deve tentar, mais uma vez, um dos 22 assentos do Ceará na Câmara Federal.

Redes Sociais

No PT, é praticamente certo, mais uma vez, a tentativa de Guilherme Sampaio de ir para a Assembleia Legislativa. A petista Larissa Gaspar, em 2014, tentou vaga no Parlamento Estadual, pelo PROS. Há possibilidade de entrar na disputa no próximo ano também agora pelo PT.

Além da presença maior nos debates dentro das sessões ordinárias e na apresentação de diversas propostas de Lei, os parlamentares também têm utilizado as redes sociais com mais frequência, em busca do eleitorado jovem.

Deixe uma resposta