Mudanças partidárias já estão acontecendo na Câmara Municipal de Fortaleza - Blog Edison Silva

Mudanças partidárias já estão acontecendo na Câmara Municipal de Fortaleza

Apesar de perder o único representante na Casa, PP está dialogando para filiar com outros vereadores. Foto: CMFor.

Desde o último dia 5 de março passado, iniciou-se o processo da “janela partidária”, período de 30 dias em que pretensos candidatos podem deixar seus partidos sem serem punidos por infidelidade partidária. Na Câmara Municipal de Fortaleza, como o Blog do Edison Silva antecipou, praticamente toda a Casa passará por mudanças na composição das agremiações.

Na manhã desta quinta-feira (12), o vereador Eron Moreira informou que deixou o Partido Progressista (PP) para integrar o Partido Democrático Trabalhista (PDT). Segundo o parlamentar, a proibição das coligações e o alinhamento do seu mandato com a gestão do prefeito Roberto Cláudio (PDT) foram fatores determinantes para a mudança da legenda.

“É um momento de muita felicidade pois hoje, no dia 12, data mais que simbólica, estou indo para o PDT. Com a proibição das coligações e tendo em vista que já faço parte do grupo de apoio ao prefeito, a partir de hoje estou no PDT. Já me sinto pedetista e pretendo continuar o nosso trabalho com compromisso, é o que venho fazendo enquanto cidadão e político na cidade de Fortaleza”, ressaltou.

Outro que já deixou seu partido de origem foi o vereador Dummar Ribeiro, que saiu do Cidadania e deve ingressar na Rede Sustentabilidade. Ele, inclusive, esteve presente no evento que reconduziu a direção partidária da legenda, no sábado passado. Maria do Posto (PRP) é outra que estuda ingressar na legenda.

Como o Blog do Edison Silva já adiantou, algumas legendas devem desaparecer da Casa, como o PRTB e o PRP. Outras se fortalecerão, como o PDT. O PP, apesar de perder o único representante na Casa, está dialogando com outros vereadores e tende a se fortalecer para o pleito deste ano em Fortaleza. A legenda tem diálogo adiantado com Benigno Júnior (PSD), Emanuel Acrízio (PRP), Dr. Porto (PRTB) e “Bá” (PTC).

Deixe uma resposta