Fortaleza é destaque nacional dentre as capitais brasileiras na ampliação de matrículas na Educação Infantil - Blog Edison Silva

Fortaleza é destaque nacional dentre as capitais brasileiras na ampliação de matrículas na Educação Infantil

Reconhecida por mais um ano como a quarta maior rede do Brasil em número de matrículas, com 214 mil estudantes atendidos, Fortaleza também é destaque como a Capital do País que mais ampliou matrículas na Educação Infantil (creche e pré-escola). É o que reconhece o Censo Escolar da Educação Básica 2018, divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep).

De acordo com a pesquisa, considerado o mais importante levantamento estatístico educacional brasileiro na área, a Rede Municipal de Ensino de Fortaleza foi a que mais aumentou, em números absolutos, o quantitativo de matrículas na Educação Infantil, com uma ampliação de quase 5 mil matrículas, passando de 42.083, em 2017, para 47.052, em 2018, que representa um crescimento de 11,81% em apenas um ano. Com o resultado, Fortaleza possui o quarto maior atendimento neste segmento, atrás apenas de São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus.

Esta expansão reflete os investimentos voltados para o fortalecimento das políticas na Primeira Infância. Considerando a etapa creche, Fortaleza também teve o maior crescimento em números absolutos do Brasil, com quase 3 mil matrículas a mais, ao passar de 18.188 matrículas de crianças de 1 a 3 anos (em 2017) para 21.163 (2018) – um aumento de 16,36%. Também foi registrada evolução na etapa pré-escola – novamente o maior aumento absoluto entre as capitais brasileiras -, que cresceu 8,34%, passando de 23.895 matrículas de crianças de 4 e 5 anos (em 2017) para 25.889 (2018).

Tempo Integral
Outro destaque no Censo Escolar 2018 foi o atendimento em Tempo Integral: Fortaleza alcançou o maior número de matrículas entre as capitais do Norte e Nordeste, com 67.417 estudantes atendidos no segmento de jornada ampliada. Em todo o Brasil, Fortaleza tem a terceira maior rede, somente atrás de Rio de Janeiro e São Paulo.

Do total de alunos matriculados em Fortaleza na Rede Municipal, 31,5% são de tempo integral. Houve um crescimento de 20,2% em um ano, ao passar de 56.065 matrículas (2017) para 67.417 (2018), ou seja, uma variação de 11.352 matrículas.

Educação inclusiva
Evolução em número de matrículas foi registrada, também, na Educação Inclusiva, com aumento de 26,1% em um ano – subiu de 5.797 (2017) para 7.310 matrículas (2018). Foi o segundo maior crescimento do Brasil, atrás de Curitiba, capital que registrou aumento percentual de 27,2%. Em números absolutos, Fortaleza tem o maior número de matrículas no Norte e Nordeste e o terceiro maior do Brasil, superada apenas por São Paulo e Rio de Janeiro.

Crescimentos importantes
Com 214.099 alunos atendidos (2018), a Rede Municipal de Fortaleza é a quarta maior Rede de Ensino das capitais brasileiras em número de matrículas de escolarização – atrás de São Paulo, Rio de Janeiro e Manaus -, e a primeira do Nordeste. Enquanto no Brasil houve uma redução de -0,77% na comparação com 2017, Fortaleza continuou expandindo e, na contramão do País, registrou um crescimento de 3,28%.

A secretária da Educação de Fortaleza, Dalila Saldanha, avalia o crescimento de matrículas registrada em 2018 como resultado de uma política educacional estruturada, com foco no sucesso do aluno e na valorização e formação do professor. Isso se traduz em pilares fundamentais, como a seleção de gestores por mérito; política permanente de valorização dos profissionais da educação, formação continuada dos professores; rede de superintendentes e formadores; controle diário da frequência dos alunos, comitê de aprendizagem, sistema de avaliação contínua interna e a parceria com as famílias.

“A expansão no número de matrículas demonstra, também, um rigor no cumprimento do calendário letivo e tempo pedagógico em sala de aula. A credibilidade que as familiares fortalezenses têm na escola municipal de Fortaleza é fruto deste processo estruturado”, pontua.

Neste contexto, a Prefeitura de Fortaleza continua investindo na melhoria da infraestrutura das escolas; na expansão da Educação Infantil, com 115 unidades entregues na gestão do prefeito Roberto Cláudio, sendo mais 19 novos Centros de Educação Infantil inaugurados em 2017 e 2018; na ampliação da Educação de Tempo Integral, por meio da construção de Escolas de Tempo Integral (atualmente, 23 unidades) e da consolidação de programas de jornada ampliada, como o Novo Mais Educação, Integração e Pró-Técnico.

Censo Escolar
O Censo Escolar é o principal instrumento de coleta de informações da Educação Básica. É coordenado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), órgão vinculado ao Ministério da Educação, e realizado em regime de colaboração entre as secretarias estaduais e municipais de educação e com a participação de todas as escolas públicas e privadas do país.

Ele abrange as diferentes etapas e modalidades da Educação Básica e Profissional como o Ensino regular (Educação Infantil, Ensino Fundamental e Médio); Educação Especial – modalidade substitutiva; Educação de Jovens e Adultos (EJA); Educação profissional (cursos técnicos e cursos de formação inicial continuada ou qualificação profissional).

Destaques de Fortaleza no Censo Escolar 2018
4ª maior rede do Brasil em número de matrículas e 1ª do Nordeste;
– 3ª capital do Brasil e 1ª do Norte e Nordeste em matrículas no Tempo Integral;
– 1ª capital do Brasil em ampliação de matrículas na Educação Infantil;
– 1ª capital do Norte e Nordeste em matrículas na etapa creche;
– 1ª capital do Norte e Nordeste em matrículas na Educação Inclusiva.

Deixe uma resposta