Quebra de decoro: Vereadora Marta Gonçalves ainda não foi notificada sobre representação - Blog Edison Silva

Quebra de decoro: Vereadora Marta Gonçalves ainda não foi notificada sobre representação

Em áudio vazado, deputado Bruno negocia “compra” de apoio para reeleição da mãe, a vereadora Marta Gonçalves. Foto: Instagram.

A vereadora Marta Gonçalves (PL) tem acompanhado virtualmente as sessões ordinárias da Câmara Municipal de Fortaleza, a partir de seu gabinete, não comparecendo no Plenário Fausto Arruda. A parlamentar faz parte do grupo de risco para o novo coronavírus e tem evitado aglomerações.

Ela é citada pelo filho, o deputado estadual Bruno Gonçalves (PL), em áudios, em que ele, supostamente negocia a “compra” de apoio para reeleição da mãe. Por conta disso, o PROS entrou com representação contra a vereadora por quebra de decoro parlamentar, e solicita que a Câmara avalie o caso, solicitando a cassação de seu mandato.

O Blog do Edison Silva esteve no gabinete da parlamentar na última quarta-feira (02), quando da realização da única sessão ordinária da semana. Lá, foi informado que Marta Gonçalves estaria acompanhando a plenária do dia no gabinete da líder de seu partido na Casa, a vereadora Libânia. No entanto, Gonçalves não quis falar com a reportagem.

De acordo com a assessoria parlamentar da vereadora, ela está evitando o contato com outras pessoas por conta do novo coronavírus. Informou ainda que Marta não foi notificada pelo Conselho de Ética, mas logo que o for apresentará sua defesa para prestar os esclarecimentos devidos, evitando dessa forma qualquer prejuízo para seu mandato ou para a Câmara Municipal.

Na sessão ordinária desta semana foi aprovado requerimento de autoria da vereadora justificando ausência da plenária do dia 19 de agosto. Outra proposta da parlamentar iniciou tramitação na Câmara, solicitando pavimentação asfáltica e sinalização em rua do bairro José Walter. Marta é um dos vereadores que menos têm apresentado projetos na Casa Legislativa.

Conselho de Ética

O vereador Dr. Porto, escolhido como relator do Conselho de Ética recém formatado na Casa, afirmou ao Blog que o colegiado ainda não realizou reunião para deliberar sobre a representação contra a colega. O documento apresentado pelo PROS ainda se encontra no gabinete da presidência da Mesa Diretora, vereador Antônio Henrique (PDT).

O PROS também entrou com representação, na Assembleia Legislativa do Ceará, solicitando cassação do mandato do deputado Bruno Gonçalves, atualmente pré-candidato a prefeito de Aquiraz. O processo no Legislativo Estadual deve aguardar uma fila de outras representações contra outros parlamentares no Conselho de Ética.

Deixe uma resposta