PROS apresentará denúncia contra o deputado estadual Bruno Gonçalves - Blog Edison Silva

PROS apresentará denúncia contra o deputado estadual Bruno Gonçalves

Deputada Dra. Silvana (PL) promete levar o caso à direção nacional do Partido Liberal. Foto: ALECE.

O PROS irá denunciar o deputado estadual Bruno Gonçalves (PL) ao Conselho de Ética da Assembleia Legislativa pelo conteúdo de um áudio vazado no qual o parlamentar aparece supostamente negociando apoio político de um interlocutor em troca de dinheiro, visando às eleições municipais de novembro. A deputada Doutora Silvana (PL), promete levar o caso à direção nacional do partido para que Bruno seja punido pelo PL.

Para o deputado federal Capitão Wagner, presidente estadual do PROS, que esteve nesta quinta-feira (30) na Assembleia, é importante que os deputados sinalizem para a população que não permite esse tipo de atitude dentro de um gabinete da Casa, de um deputado estadual ‘tentar cooptar apoio político, oferecendo dinheiro, inclusive de forma escusa, dizendo que recebe do prefeito (Roberto Cláudio) dinheiro espatifado’.

O parlamentar afirmou que o partido não apenas denunciará o caso ao Conselho de Ética da Assembleia, mas também ao Conselho de Ética da Câmara dos Vereadores de Fortaleza, pois no áudio está dito que a prioridade seria reeleger a mãe, vereadora Marta Gonçalves (PL). Wagner afirmou, ainda, que apresentou a denúncia nesta quinta-feira (30) à Procuradoria Regional Eleitoral contra Bruno Gonçalves. A legenda defende a cassação de Bruno e Marta.

Outros partidos

Noelio tratou do assunto durante pronunciamento no plenário. Foto: ALECE.

Como o PROS tem hoje diversos partidos aliados, visando a eleição municipal deste ano na Capital, Soldado Noelio não descartou que outras siglas também façam denúncias contra Bruno.

“O PROS deve denunciar nos próximos dias, mas os demais partidos têm independência para apresentarem representações individualmente, não precisa ser conjuntamente”, afirmou ao Blog do Edison Silva.

Em seu pronunciamento, Noelio afirmou que o áudio contém uma série de indícios de cometimento de crimes. “Nunca tive qualquer problema com o deputado Bruno Gonçalves (PL), mas no áudio é possível reconhecer grandes indícios de crimes, como a afirmação que gastou R$ 60 mil para eleger o vereador de Fortaleza, Adriano Bento”, relatou.

Soldado Noelio cobrou um posicionamento do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, sobre as citações no áudio, lembrando que, em determinado momento, a pessoa gravada – que o partido afirma ser Bruno Gonçalves – ter dito que seria até bom que o grupo político atual perdesse a eleição, mas não perde pois ‘há muito dinheiro envolvido’.

“Temos o caso de um mandato de um deputado da oposição aqui quase suspenso, portanto, temos que ter a mesma conduta com alguém da base do governo. Da mesma forma, o prefeito também precisa se manifestar, ao invés de ficar atacando o Capitão Wagner”, opinou.

Em defesa da gestão

Com a ausência do deputado Bruno Gonçalves na sessão, nenhum parlamentar falou em sua defesa. No entanto, os deputados Queiroz Filho (PDT) e Osmar Baquit (PDT) utilizaram seus tempos para defender a gestão do prefeito Roberto Cláudio.

Queiroz Filho partiu em defesa da gestão de Roberto Cláudio em Fortaleza. Foto: ALECE.

Queiroz Filho questionou se os parlamentares passarão o segundo semestre deste ano apenas falando de politicagem e ataques pessoais. Para ele, a oposição usa uma mídia contra um deputado para atacar a gestão de Roberto Cláudio, para a qual registrou elogios – Queiroz foi chefe de gabinete da Prefeitura de Fortaleza, antes de se eleger deputado.

Sem citar o nome do pré-candidato Capitão Wagner, Queiroz afirmou que o ‘líder eterno do PROS’ segue em seu projeto de desconstrução de adversários. “Chega perto da campanha e todo mundo quer fazer a desconstrução de uma política bem-sucedida. É um grupo que acha que a população vai acreditar no que querem induzir”, apontou o deputado.

Para o parlamentar, a população desconhece qualquer legado criado por Wagner, a não ser o de ‘incitação à greve e incitação à baderna de grupo de policiais’, referindo-se ao motim da PM do início de 2020.

Politicagem

Quem também partiu em defesa de Roberto Cláudio foi o deputado Osmar Baquit, que destacou ações da Prefeitura de Fortaleza e classificou como “politicagem” as críticas ao Executivo municipal.

De acordo com o parlamentar, são inaceitáveis e incabíveis os “ataques” feitos ao prefeito Roberto Cláudio.  “Essas críticas são o desespero batendo. Isso é porque sabem que o povo não vai se deixar levar por falácia. Compará-los com Roberto Cláudio é impossível. Há candidatos aí que nem mesmo conhecem Fortaleza. “Se soltá-los, não sabem nem onde ficam os bairros da cidade”, afirmou.

Osmar Baquit disse ser inaceitável “um aventureiro” para administrar uma cidade grande como Fortaleza. De acordo com ele, administração atual está fazendo um bom trabalho, tem o reconhecimento de instituições e precisa ter continuidade. “Uma gestão que priorizou as pessoas, fez muito pelas comunidades, areninhas, infraestrutura e que é referência na educação”, destacou.

Deixe uma resposta