Bancada do PT está entusiasmada com soltura do ex-presidente Lula e programa vinda dele ao Ceará   - Blog Edison Silva

Bancada do PT está entusiasmada com soltura do ex-presidente Lula e programa vinda dele ao Ceará  

Última visita de Lula ao Ceará aconteceu em 2017. Foto: Divulgação.

A saída do ex-presidente Lula da prisão animou muitos políticos de esquerda, especialmente os do Nordeste, região onde o líder político exerce forte influência. Lideranças do PT combinaram de convidá-lo para visitar o Ceará, através das instâncias partidárias e da bancada federal da sigla na Câmara.

Não há, ainda, uma programação de agenda dele no Ceará, o que deve ser anunciado nos próximos dias. O PT estadual está se preparando para a disputa eleitoral do próximo ano e fará aliança com praticamente, todas as legendas, nos 184 municípios do Ceará, com exceção do PSL, do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com o deputado estadual Elmano de Freitas (PT), a condição de Lula é uma determinante para o bom desempenho da legenda na disputa eleitoral do próximo ano. Ainda segundo ele, a relação conturbada entre petistas e o ex-ministro Ciro Gomes não pode abalar o diálogo que existe com o PDT do Estado.

“Tirando o PSL, teremos aliança com todos os demais partidos. Temos um conjunto com 184 realidades, cada um com sua prioridade. Temos que ter muita tranquilidade e buscar onde tem bom senso”, disse o petista.

De acordo com Elmano, ainda é cedo para falar em alianças. Segundo disse, primeiro é preciso costurar o processo interno, ouvir a população, reunir técnicos e ter um conjunto de propostas para apresentar ao povo. “Temos diálogo a fazer com o governador Camilo e depois disso tratar alianças de maneira tranquila. Precisamos ter responsabilidade e um conjunto de propostas para a população de Fortaleza”.

Segundo ele, o PT e o PDT têm uma relação de proximidade em muitos municípios, e em outros são adversários. No entanto, destacou a necessidade de manter uma boa relação. “Vamos sentar para ver onde vamos permanecer juntos. Essa relação com o Ciro não pode contaminar toda a relação que o PT tem com o PDT. Essa reunião está sendo feita com diversos partidos”.

O petista disse ainda que em diversos municípios o diálogo tem sido feito principalmente com PDT, MDB, PSD, PCdoB e até com o PSOL. PL e Solidariedade também devem estar juntos com a sigla petista. “Tirando o PSL, muito provavelmente vamos ter várias alianças. Vamos ver a realidade de cada Município. A gente tem que manter a lógica básica, de prioridade para a saúde pública e valorização do servidor público”.

Fortaleza

Em Fortaleza, sob o comando de Guilherme Sampaio, o PT pretende realizar atividades nos bairros, com seminários que reúnam intelectuais para discutir pautas e possibilidades de nomes para a disputa. “O nome mais forte é o da Luizianne Lins, mas temos que ter uma conversa com o governador Camilo. Tenho a impressão que em 2020 o PT terá resultado melhor do que em 2016”.

Nomes

Segundo ele, as alianças só devem ser definidas, de fato, em meados do próximo ano, até porque PDT, PROS, MDB, NOVO e PSOL têm apresentado interesse na disputa majoritária de 2020. “O que vai acontecer é todo mundo se debruçar sobre propostas, montar uma boa chapa de vereadores. A negociação de aliança só vai acontecer ali por março do ano que vem. Até lá só jogo de cena.”

Deixe uma resposta