"Sindicalistas desgraçados", diz vereador de Fortaleza sobre ataques que teria sofrido durante manifestações - Blog Edison Silva

“Sindicalistas desgraçados”, diz vereador de Fortaleza sobre ataques que teria sofrido durante manifestações

Vereador José Freire corre entre os servidores após ser impedido de entrar nas dependências da Câmara. Foto: Reprodução/Vídeo.

Durante protestos realizados nos últimos dias em frente à Câmara Municipal de Fortaleza contra a Reforma da Previdência, alguns vereadores foram atacados por servidores públicos que se manifestavam contra proposta de Emenda à Lei Orgânica.

Alguns deles subiram à tribuna do Plenário Fausto Arruda para criticar os ataques sofridos, um deles foi o bolsonarista, Inspetor Alberto (PROS), que disse ter mudado seu voto devido a truculência dos manifestantes.

“Sindicalistas desgraçados, como é que vocês querem conquistar meu voto com isso aí? Vocês defendem tanto os direitos humanos, e espancando o povo no meio da rua? Muito bonito para a cara de vocês”, disse Inspetor Alberto. Ele se posicionava, inicialmente, contra a proposta do Governo Municipal, mas votou favorável à matéria na sessão desta quinta-feira (04).

Entre os vereadores que disseram ter sido atacados estão: Carlos Mesquita (PDT), José Freire (PSD), Carmelo Neto (Republicanos) e o próprio Inspetor Alberto.

“Esses que vêm fazer baderna aí fora, que moral que tem? Como quer ser respeitado se não respeita nem um vereador? E ele não escolhe nem o mais velho ou o mais novo. O mais velho levou um murrão nas costas”, disse Inspetor Alberto em alusão ao ataque sofrido pelo vereador Carlos Mesquita.

“É difícil conquistar alguma coisa assim. E se continuar desse jeito vão ser os quatro anos na peia. Vocês não vão para canto nenhum. Caras violentos, truculentos. Com toda a violência que o sindicato praticou, eu não teria recebido o sindicato aqui”, concluiu o parlamentar bolsonarista que foi aplaudido pelos seus pares.

Deixe uma resposta