'Acquario 2': Para deputado, governo do Ceará comete irresponsabilidade ao manter projeto do bondinho na Beira-Mar - Blog Edison Silva

‘Acquario 2’: Para deputado, governo do Ceará comete irresponsabilidade ao manter projeto do bondinho na Beira-Mar

Heitor Férrer diz que a obra não agrega em nada na vida dos cearenses. Foto: Blog do Edison Silva.

O deputado Heitor Ferrer (SD) criticou, durante a sessão plenária presencial e remota da Assembleia Legislativa do Ceeará nesta quinta-feira (11), a obra do bonde elétrico turístico que deverá ligar a avenida Beira Mar ao Centro de Fortaleza.

De acordo com o parlamentar, a intenção inicial do Governo do Estado era um bonde que percorresse cerca de seis quilômetros, com investimento de R$ 214 milhões. Ainda segundo ele, o governador recuou, porém, pretende fazer agora, pouco mais de dois quilômetros, gastando mais de R$ 130 milhões.

“Não se pode permitir, nem a nossa economia pública comporta, que um estado, onde cinco milhões de pessoas vivem na pobreza e outros três milhões na extrema pobreza, gaste 130 milhões de reais em um bondinho para o turista ver. Isso é insano, é patológico, é irresponsabilidade administrativa”, criticou Heitor.

Ainda segundo o parlamentar, a obra não agrega em nada na vida do cearense. “A miséria que vive o nosso povo não permite um gasto desse porte”, pontuou.

Ele comparou a proposta ao Acquário do Ceará, cujas obras seguem abandonadas até hoje, e disse que a iniciativa é falta de sensibilidade do governador às necessidades da população cearense.

“Quando votamos contra a construção do aquário, eu já dizia que aquilo não daria certo. Hoje está em ruinas, com mais de R$ 200 milhões dos cearenses enterrados ali. E esse bondinho é apenas para inglês ver. É um aquário 2”, criticou.

O deputado Fernando Hugo (PP), em aparte, ponderou que Heitor Férrer não conhece a destinação completa da verba a ser usada nessa obra e afirmou a importância de ouvir a liderança do governo na Casa para maiores esclarecimentos sobre a obra e sua importância para o turismo da cidade.

O líder do governo na Casa, deputado Júlio César Filho (Cidadania), afirmou que o objetivo do projeto é fomentar ainda mais o turismo e gerar emprego e renda nesse setor no Estado. “Esse é um dos principais indutores da nossa economia. Haverá investimentos públicos, mas também investimentos em parceria com empresas privadas”, afirmou. Segundo o parlamentar, mesmo com a pandemia, é importante manter os investimentos em outras áreas, além de que o equipamento beneficiará toda a população e não somente aos turistas.

Deixe uma resposta