Presidente da Câmara Municipal entrega ao Iprede doações recolhidas no Natal Solidário - Blog Edison Silva

Presidente da Câmara Municipal entrega ao Iprede doações recolhidas no Natal Solidário

Câmara Municipal de Fortaleza doa brinquedos e alimentos ao Iprede. Foto: Mateus Dantas/CMFor.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique (PDT), entregou nesta segunda-feira (13) ao Iprede (Instituto de Prevenção da Desnutrição e da Excepcionalidade) alimentos e brinquedos doados pelos servidores da Casa por ocasião da campanha Natal Solidário. Foram entregues 127 brinquedos e 74 latas de leite.

Na ocasião, o presidente do Iprede, Dr. Sulivan Mota, mostrou as dependências da instituição e explicou os serviços que são oferecidos. O Iprede, que só prestava atendimento às crianças e famílias em situação de vulnerabilidade social, conta agora com a Unidade Conecta. O novo espaço, inaugurado em novembro de 2019, atende crianças com Transtorno de Espectro Autista (TEA), que residem em Fortaleza.

A instituição disponibiliza, através do Sistema Único de Saúde – SUS, as especialidades: Neuropediatria, Psiquiatria infantil, Terapia Ocupacional, Fonoaudiologia, Psicologia, Serviço Social, Enfermagem, Musicoterapia, Integração Sensorial e Pedagogia.

As crianças são encaminhadas pela unidade básica de saúde, e passam por uma triagem, com auxílio de médicos e uma equipe multidisciplinar. Caso os critérios do diagnóstico sejam atendidos é que se inicia o tratamento. Segundo o Dr. Sulivan, o SUS só permite o atendimento de 180 crianças pelo Conecta, mas a capacidade do equipamento é para 600.

O presidente do Iprede também destacou a importância da parceria com o Legislativo Municipal. “A Câmara tem ajudado de forma muito profunda a primeira infância, seja através da implantação de políticas públicas como também de projetos. E exemplo disso são os três programas voltados para a criança e o adolescente que o Legislativo desenvolve”, apontou Sulivan fazendo menção ao Selo Amigo da Criança e do Adolescente, ao Infância Protegida e ao Movimento Vidas.

Dr. Sulivan ainda citou a aprovação de um projeto de autoria do Executivo, que autoriza a concessão de terreno localizado no Parque Manibura ao Iprede. “No final do ano passado foi aprovado esse projeto pelo empenho pessoal do presidente Antônio Henrique e a compreensão dos vereadores da necessidade que temos de ampliar o atendimento da primeira infância”, lembrou.

O Iprede atende atualmente cerca de 1350 crianças por mês, mas com o novo terreno poderá aumentar a capacidade. A proposta inclui a construção de novos consultórios e a ampliação dos serviços prestados à comunidade através da inclusão de atividades de esporte, de amostras de arte e cultura, bem como prevê a criação do museu da primeira infância.

Dr. Sulivan agradeceu aos servidores pela doação e aos parlamentares pela aprovação do projeto. “A gente fica muito feliz de saber que foi uma mobilização de toda a Casa e isso significa a conscientização. Então quero aqui agradecer a todos na pessoa do presidente, que tem tido esse compromisso com as nossas crianças”, finalizou.

“Conhecemos a história e sabemos da seriedade do trabalho que o Iprede realiza para as pessoas que mais precisam e, como cidadão e presidente do Legislativo Municipal, sempre vamos ser sensíveis às causas que envolvem as nossas crianças. Estar hoje aqui entregando o que foi arrecadado é motivo de muita alegria e felicidade, pois estamos dando a nossa contribuição para essas crianças carentes que tanto precisam”, destacou o presidente Antônio Henrique na sua fala.

O presidente ainda ressaltou as ações que a Câmara vem desenvolvendo, durante a sua gestão, voltadas para as crianças e adolescentes. “Em 2019 nós projetamos e trabalhamos em cima de três projetos, que inclusive vamos dar continuidade agora em 2020. São eles; Selo Amigo da Criança e do Adolescente, que visa combater a exploração sexual infantil; o Infância Protegida que promove a capacitação de agentes para atuar nesse enfrentamento; e por último o Movimento Vidas que trabalha a prevenção ao uso de drogas”, relatou.

Com informações da Ascom/CMFor.

Deixe uma resposta