O Podemos quer a Prefeitura de Juazeiro do Norte e em Fortaleza a Vice e fazer três vereadores - Blog Edison Silva

O Podemos quer a Prefeitura de Juazeiro do Norte e em Fortaleza a Vice e fazer três vereadores

Fernando Torres (em pé) no encontro do Podemos, ao lado de Capitão Wagner e lideranças nacionais do partido. Foto: Miguel Martins/Blog do Edison Silva.

Uma das maiores bancadas do Senado Federal e se fortalecendo na Câmara dos Deputados, o Podemos pretende se preparar para as eleições do próximo ano no Ceará. De acordo com o presidente da legenda no Estado, Fernando Torres, o partido tem capacidade de lançar nome a Vice-prefeito de Fortaleza na chapa encabeçada pelo deputado federal Capitão Wagner, do PROS.

De acordo com ele, para a Câmara de Fortaleza o partido espera eleger até três vereadores, tendo como foco principal na pré-candidatura do militante de direita, Carmelo Neto, que ainda não se decidiu por qual partido deve disputar uma das 43 cadeiras do Legislativo da Capital cearense.

Presidente nacional do Podemos confirma apoio a Capitão Wagner

O Podemos pretende lançar ao menos 14 candidaturas a prefeito em todo o Estado, mas deve priorizar a candidatura no município de Juazeiro do Norte, no Cariri. No sábado passado (30), o partido apresentou os presidentes das 32 comissões provisórias já instaladas, e outras devem ser consolidadas até o final do ano. A agremiação espera fechar 2019 com 46 comissões provisórias para a disputa do próximo ano.

“A nossa grande prioridade é a eleição do Gledson Bezerra (PMN), em Juazeiro do Norte. Ele escolheu o Podemos para ser candidato. Ele precisa da janela partidária, em março, e estamos aguardando a vinda dele até março”, disse Fernando. Além deste Município, ele citou ainda a cidade de Independência e de Pacoti como municípios que devem ter aposta da legenda.

Para a disputa à Câmara Municipal de Fortaleza, o partido definiu que não aceitará filiação de vereadores com mandato, defendendo candidaturas com apenas 3 mil votos, no máximo, ou aquelas em ascensão na cidade. “Queremos fazer no mínimo três vereadores, todos concorrendo de igual para igual”, defendeu.

Segundo ele, o militante de direita, Carmelo Neto, é uma das apostas da legenda para o próximo ano. No entanto, o Podemos é uma segunda ou terceira opção para Carmelo, uma vez que o jovem é um dos nomes cearenses que está colhendo assinaturas para a fundação do novo partido do presidente da República, Jair Bolsonaro, o Aliança pelo Brasil.

Na Capital cearense, o Podemos é a sigla mais forte, até então, que está dando suporte a uma eventual candidatura do deputado federal Capitão Wagner (PROS). Fernando defendeu, durante entrevista ao Blog do Edison Silva, que há interesse da legenda em lançar o nome a Vice na chapa de oposição no próximo ano.

“O Podemos é o grande pilar de sustentação nesta base de aliança, que vem sendo construída. Desde o começo estamos marchando juntos com o PROS, e quem sabe o Podemos não lance o candidato a Vice. Ainda estamos reunindo nomes, mas ainda não tem nada definido. O importante é fazer boa base de apoio e ver a questão partidária mais para frente”, disse Fernando Torres.

Deixe uma resposta