Manter a "máquina pública" estadual entre 2020 e 2022 custará R$ 32,8 bilhões - Blog Edison Silva

Manter a “máquina pública” estadual entre 2020 e 2022 custará R$ 32,8 bilhões

Imagem: Pixabay.

O segundo maior volume de despesas do Estado, segundo está esclarecido na proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO), é com a manutenção dos serviços e prédios públicos, um total de R$ 32,8 bilhões nos próximos três anos. A despesa maior é com servidores: R$ 39,5 bilhões.

Diz textualmente a exposição de motivos do Governo na apresentação da LDO:  “Já em relação às outras despesas correntes, R$ 32,8 bilhões foram programados (2020 a 2022) principalmente para manter em funcionamento a “máquina pública”, os equipamentos disponíveis à sociedade e outros que serão disponibilizados no período como Unidades de Pronto Atendimento – UPAs, Policlínicas, Escolas Regulares, Delegacias, Cadeias, Penitenciárias, Centro de Formação Olímpica dentre outros, além de contemplar os recursos destinados constitucionalmente aos municípios”.

Há ainda a previsão do pagamento de juros e amortização das dívidas do Estado, no mesmo período de 2020 a 2022, no “montante de R$ 5,3 bilhões em função, principalmente, das operações de crédito anteriormente contratadas que objetivam a realização dos investimentos estruturantes do Estado”.

 

Deixe uma resposta