Vice-presidente da Câmara Municipal questiona audiência pública sobre organizações sociais - Blog Edison Silva

Vice-presidente da Câmara Municipal questiona audiência pública sobre organizações sociais

Adail não concorda com audiência sobre OS. Foto: Câmara Municipal.

O vice-presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, Adail Júnior (PDT), usou a tribuna, nesta quarta-feira (13), para afirmar que a audiência para debater sobre a mudança na administração do Hospital da Mulher (Hospital e Maternidade Zilda Arns) só acontecerá se ele quiser.

A declaração foi dada durante a visita da secretária municipal de Saúde, Joana Angélica Paiva Maciel à Câmara para discorrer sobre o projeto de lei ordinária 513/2018, de autoria do Poder Executivo, que permite o gerenciamento de equipamentos do Município por organizações sociais. Adail, que presidia a sessão, passou a função para o terceiro vice-presidente da Casa, Gardel Rolim (PPL), e saiu em defesa do Governo na tribuna.

A audiência referida foi proposta pelo vereador de oposição Márcio Martins (PROS), através do requerimento 411/2019, visando ampliar o debate sobre a mudança no modelo de gestão do hospital, que deverá ficar sob o comando de uma organização social.

Os vereadores Guilherme Sampaio (PT), Dr. Eron (PP) e Plácido Filho (PSDB), logo após a secretária deixar o Plenário, usaram a tribuna para criticar a declaração de Adail. Para o petista, quem preside a sessão não deveria atuar na linha de frente do debate, pois a presidência tem o papel de mediação na Casa.

O presidente da Comissão de Saúde e Seguridade Social, Dr. Porto (PRTB), garantiu que o requerimento seria analisado no colegiado no próximo dia 26, data da próxima reunião da comissão. Segundo Porto, Adail recuou da declaração e afirmação que, se fosse membro da Comissão de Saúde, para onde o requerimento foi encaminhado, votaria contra.

Deixe uma resposta