A Assembleia Legislativa cearense está renovada - Blog Edison Silva

A Assembleia Legislativa cearense está renovada

A Assembleia Legislativa vai dar posse, na sexta-feira (01), às 10 horas, aos novos deputados eleitos em outubro de 2018. Imediatamente após a posse, acontecerá a eleição da nova Mesa Diretora da Casa. Não haverá disputa e a chapa única é encabeçada pelo deputado José Sarto (PDT). Dos 46 parlamentares, 15 são estreantes na Casa , além de outros dois que voltam à Assembleia, como é o caso do ex-deputado Delegado Cavalcante e de Nizo Costa, que já assumiu como suplente. Confira quem são os novatos que chegam à Assembleia:

André Fernandes (PSL), eleito com 109.742 votos

Deputado estadual mais votado, André Fernandes, de 21 anos, solteiro e natural de Iguatu, entrou para a política após ficar conhecido por promover conteúdo polêmico em vídeos para redes sociais, nos quais defendia a flexibilização do porte de armas, “carta branca” para a Polícia Militar e a campanha presidencial de Jair Bolsonaro. Além de atacar políticos de esquerda de forma geral, chegou a promover uma enquete comparando homossexuais a ratos. Fernandes diz ainda desejar seguir carreira militar, mas recusou a vaga de soldado da PM após ser aprovado em concurso público.

 

Queiroz Filho (PDT), eleito com 103.943 votos

Queiroz Filho, de 36 anos, é formado em Direito pela Universidade de Fortaleza (Unifor), e natural de Fortaleza, chega à Assembleia Legislativa sob a benção do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), do qual já foi chefe de Gabinete em sua passagem pela Presidência da Assembleia e na Prefeitura de Fortaleza. Filiado ao PDT desde outubro de 2017, antes de entrar para a política, Queiroz atuou como professor de Direito do Trabalho na Universidade do Vale do Acaraú.

 

Fernando Santana (PT), eleito com 95.665 votos

Natural de Juazeiro do Norte, Fernando Santana (PT), de 37 anos, formado em Administração, antes de ser eleito à Assembleia Legislativa, disputou a Prefeitura de Barbalha, em 2016, quando alcançou 16.392 votos, sendo derrotado por menos de duzentos votos. Santana é cunhado do governador Camilo Santana (PT) e chega à Assembleia já em posição de destaque: está na composição da próxima Mesa Diretora como 1º vice-presidente.

 

Salmito Filho (PDT), eleito com 91.293 votos

Salmito Filho chega já chega Assembleia Legislativa cotado para disputar um cargo no Executivo em 2020. O pedetista, formado em Ciências Sociais, foi eleito vereador de Fortaleza quatro vezes, ocupando a presidência da Casa por três mandatos: 2009/2010, 2015/2016 e 2017/2018. O pedetista também foi secretário de Turismo de Fortaleza e, agora, deixa o quarto mandato na Câmara Municipal de Fortaleza para assumir a cadeira na Assembleia.

 

Romeu Aldigueri (PDT), eleito com 89.026 votos

Romeu Aldigueri assume o mandato na Assembleia Legislativa com a experiência de ter sido prefeito de Granja de 2013 a 2016, elegendo, ao término do mandato, Amanda do Romeu (PDT), sua parente, como sua sucessora. Romeu, formado em Direito, é mais um dos novatos que fará parte da Mesa Diretora que será eleita nesta sexta-feira (01), como suplente.

 

Érika Amorim (PSD), eleito com 86.320 votos

Eleita com a força política de seu esposo, Naumi Amorim (PSD), prefeito de Caucaia, Érika Amorim chega à Casa sem experiência política além de sua atuação em pautas ligadas à defesa social, na gestão de Caucaia. A deputada eleita deverá passar ao menos o primeiro mês de seu mandato longe da Assembleia, para acompanhar um familiar que passa por um tratamento de saúde em São Paulo. Logo após ser empossada e e eleger a nova Mesa Diretora, Érika deverá dar entrada em uma licença de 30 dias de seu mandato

 

Guilherme Landim (PDT), eleito com 83.215 votos

Filho do saudoso deputado Welling Landim, Guilherme Landim assume o mandato na Assembleia Legislativa com o diferencial de já ter passado pela Prefeitura de Brejo Santo (2013/2016). O pedetista, que formado em Medicina, é mais um dos novatos que chegam à Casa em posição de destaque: Landim deverá assumir, após a posse, a liderança do PDT na Assembleia, comandando a maior bancada da Casa, com 14 parlamentares.

 

Marcos Sobreira (PDT), eleito com 67.008 votos

Marcos Sobreira dará sequência, ao tomar posse, ao mandato de sua mãe, a deputada estadual Miriam Sobreira (PDT), deputada de segundo mandato, mas que não alcançou a reeleição em 2018. Marcos é formado em Direito e ocupa, hoje, a vice-prefeitura de Iguatu e é filho do ex-prefeito do município Marcelo Sobreira. Mesmo assumindo o cargo de deputado, Marcos não precisará renunciar à vice-prefeitura. Em 2016, ele foi eleito ao cargo na chapa do prefeito de Iguatu, Ednaldo Lavor, com 31.557 votos.

 

Vitor Valim (Pros), eleito com 63.641 votos

Vitor Valim encerra seu mandato na Câmara dos Deputados, para o qual foi eleito em 2014 com 92.499 votos, e assume o primeiro mandato na Assembleia Legislativa, onde já atuou como assessor parlamentar. Valim também tem passagem pela Câmara Municipal de Fortaleza por dois mandatos: 2009/2012 e 2013/2014, deixando a Câmara no meio do segundo para assumir como deputado federal. Além da política, Valim ainda é apresentador de TV.

 

Patrícia Aguiar (PSD), eleito com 60.228 votos

Patrícia Aguiar, apesar de estreante no mandato de deputada, tem vasta experiência na política cearense, com três mandatos à frente da Prefeitura de Tauá, secretária de Turismo de Fortaleza e já passou pela Assembleia Legislativa como assessora parlamentar do ex-deputado Antônio Câmara. A deputada eleita é esposa do presidente do PSD no Ceará, Domingos Filho, e mãe do deputado federal Domingos Neto. Patrícia Aguiar também está na composição da Mesa Diretora que será eleita no dia primeiro, como 3ª secretária.

 

Nezinho Farias (PDT), eleitor com 49.482 votos

Nezinho Farias, natural de Pentecoste, foi prefeito de Horizonte por dois mandatos consecutivos – 2009/2012 e 2013/2016, quando ainda era filiado ao PSDB, partido que ainda comanda o município, hoje nas mãos de Chico César (PSDB). Ainda em Horizonte, Nezinho foi eleito vereador (1989-1992) e vice-prefeito (2005 a 2008).

 

Nelinho (PSDB), eleito com 42.779 votos

Nelinho de Freitas, natural de Russas, é estreante na política, assumindo seu primeiro cargo eletivo já como deputado estadual. Antes atuava como empresário, sendo lançado a deputado pelo seu irmão, o também empresário Rosemberg de Freitas. Eleito pelo PSDB, Nelinho pode deixar o partido antes do fim do ano, a depender de acertos políticos e de uma reunião sobre “o futuro do PSDB”, agendada pelas lideranças da sigla logo após a divulgação do resultado das eleições, ainda em outubro de 2018.

 

Acrísio Sena (PT), eleito com 27.842 votos

Estreante como deputado estadual, Acrísio Sena tem vasta experiência no Parlamento Municipal de Fortaleza, onde foi eleito para três mandatos (2009/2012, 2013/2016 e 2017/2018), sendo considerado por sete vezes um dos quatro melhores vereadores do Ceará. Interrompeu o último mandato para assumir a vaga na Assembleia. Presidiu a Câmara de Fortaleza no biênio 2011/2012 e, antes de ser eleito para seu primeiro mandato, liderou a Central Única dos Trabalhadores (CUT) no Ceará, em 1991, e é formado em História pela Uece, com mestrado em Educação pela UFC.

 

Apóstolo Luiz Henrique (Patriotas), eleito com 31.130

Apóstolo Luiz Henrique chega à Assembleia para assumir seu primeiro mandato na política. O parlamentar eleito é líder da Igreja Senhor Jesus, com sede em Fortaleza, e contou com o apoio do deputado federal não-reeleito Ronaldo Martins (PRB) em sua campanha eleitoral. Eleito pelo Patriotas, partido que ficou na cláusula de barreira nas eleições de 2018, o Apóstolo já está de malas prontas para o PP, já na liderança da bancada da sigla na Casa.

 

Soldado Noelio (Pros), eleito com 24.591 votos

Soldado Noélio estreou na política em 2016, quando assumiu o mandato na Câmara Municipal de Fortaleza, eleito com 7.528 votos, e, antes do término da legislatura, conquistou uma vaga na Assembleia Legislativa, aumentando o grupo político liderado pelo deputado federal eleito Capitão Wagner (PROS) no Ceará. O militar chega à Assembleia com a promessa de atuar não somente na área da Segurança Pública, mas também da Saúde.

Deixe uma resposta