Ceará é referência no Programa denominado Procompi - Blog Edison Silva

Ceará é referência no Programa denominado Procompi

Dos 63 projetos aprovados em todo o Brasil na nova edição do Programa de Apoio à Competitividade das Micro e Pequenas Indústrias (Procompi), 14 são do Ceará, o que corresponde ao primeiro lugar no racking em quantidade e em valores aprovados. Dos R$16,2 milhões destinados a atender os projetos, R$2,8 milhões serão investidos em capacitações das empresas cearenses.

De acordo com a gerente do Núcleo de Convênios e Parcerias da FIEC, Dana Nunes, o Ceará é referência em gestão e execução dos projetos, com diversos cases de sucesso de empresas que alavancaram significativamente seus negócios após as ações do projeto. “A média nacional é de dois ou três projetos por estado. Nós temos 14. É um sucesso absoluto”, comemora.

Em janeiro, teve início nova etapa do Procompi no Ceará com a execução de seis novos projetos destinados a indústrias de pequeno porte dos segmentos de confecções, cosméticos e saneantes, sorvetes, energia, gráfico e plástico. As ações buscam melhorar o desempenho das empresas em aspectos considerados, pelo setor, como estratégicos para a prosperidade dos negócios. Essa etapa faz parte da quinta edição do Procompi, lançada por meio de edital em 2016. Cinco desses projetos serão finalizados em abril deste ano e o restante, incluindo os seis novos com início em 2019, em fevereiro do ano que vem.

O Procompi é uma parceria entre a Confederação Nacional da Indústria (CNI) e o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) para elevar a competitividade das indústrias de menor porte, por meio do estímulo à cooperação entre as empresas, à organização do setor e ao desenvolvimento empresarial e territorial. No Ceará, é conduzido pelo Nucop da FIEC e Sebrae Ceará.

Foi lançado em 1998 e renovado nos anos 2000, 2006, 2010 e 2016. Os projetos contemplam grupos de empresas de pequeno porte do mesmo setor para que recebam capacitação e consultoria. O objetivo é alavancar a produtividade e eficiência nos negócios.

Deixe uma resposta