Ministros do Supremo reconhecem assédio judicial a jornalistas e veículos de imprensa

Os membros da Corte também acrescentaram na decisão que a responsabilização de jornalistas e veículos de imprensa deve ocorrer somente em caso de dolo ou culpa grave, ou seja, por negligência profissional, com a intenção de prejudicar a pessoa citada em uma reportagem.