As suspeitas são referentes ao pleito de 2018. Foto: Reprodução/Internet

O Ministério Público Eleitoral (MPE), por meio da 23ª Zona Eleitoral, denunciou, na segunda-feira (13), duas pessoas por suposta compra de votos ocorrida em Umirim no dia 7 de outubro de 2018, data em que foi realizado o 1º turno das eleições daquele ano. Maria Aparecida Ângelo e Francisco Claumir Gomes Silva são apontados como responsáveis por um esquema para angariar votos para dois candidatos a deputados estaduais, em troca de abastecimento de veículos e pagamento de R$ 50 para eleitores.

Durante busca e apreensão na casa da suspeita, que resultou em sua prisão em flagrante, foi recolhido material que indica a prática de compra de votos, incluindo uma lista com os nomes de pessoas que atuariam no dia da votação como fiscais e seus respectivos títulos e zonas eleitorais.

A conduta teria contado ainda com a participação de Francisco Claumir Gomes Silva, que é suspeito de organizar a lista de fiscais que seriam beneficiados pelo esquema. Ao todo, quatro testemunhas relataram terem sido abordadas pelos denunciados, que prometeram o pagamento citado pelo voto dos eleitores.

Fonte: MPCE