Projeto propõe inclusão de Educação Financeira na grade curricular das escolas estaduais - Blog Edison Silva

Projeto propõe inclusão de Educação Financeira na grade curricular das escolas estaduais

Para o deputado Nizo Costa, é uma forma de formar os jovens para o gerenciamento das finanças. Foto: Divulgação.

Alunos de escolas da rede estadual de ensino poderão ter a oportunidade de aprender, desde cedo, a lidar com o dinheiro. Essa é a proposta do deputado Nizo Costa (PSB) em tramitação na Assembleia Legislativa do Ceará.

O projeto de lei 127/21 quer incluir na grade curricular das escolas estaduais de ensino fundamental e médio a disciplina Educação Financeira.

A medida envolve palestras, atividades interdisciplinares, leitura e interpretação de textos, com informações atinentes a temática. Escolas municipais e privadas poderão também incluir a disciplina em seus componentes curriculares.

“A proposta visa estabelecer condições indispensáveis para o exercício da cidadania, fornecendo meios para progredir no trabalho e em estudos posteriores, e para enfrentar os desafios cotidianos por intermédio do uso consciente de conhecimentos e ferramentas financeiras”, explica o autor da proposta.

O deputado considera a inclusão da disciplina um “instrumento de contribuição na formação de jovens cidadãos, e seus familiares, garantindo condições para o bom planejamento e gerenciamento de suas finanças de maneira consciente e sustentável.”

Os estudantes irão aprender princípios de planejamento, gerenciamento, avaliação e controle da economia pessoal e familiar. A elaboração do conteúdo programático de informação e orientação será elaborada pela Secretaria de Educação, a quem caberá também a elaboração e execução do processo de habilitação dos professores para passar o conteúdo.

O parlamentar ressalta que a instabilidade da economia brasileira impactou tanto o mercado brasileiro como a vida das pessoas, “implicando na necessidade de administrar adequadamente sua renda, ao mesmo tempo em que convivem com a sedução e agressividade das estratégias de marketing do mercado de consumo e se defrontam com complexos instrumentos financeiros”.

Deixe uma resposta