Sessões da Assembleia Legislativa e da Câmara de Fortaleza acontecerão de forma virtual - Blog Edison Silva

Sessões da Assembleia Legislativa e da Câmara de Fortaleza acontecerão de forma virtual

Decisão em consonância com o decreto do governador Camilo Santana. Foto: Miguel Martins.

A partir do decreto de isolamento social mais rígido, anunciado pelo governador Camilo Santana na noite de quarta-feira (03\03), os presidentes da Assembleia Legislativa do Ceará e da Câmara Municipal de Fortaleza, deputado Evandro Leitão e o vereador Antônio Henrique, ambos do PDT, decidiram que as sessões ordinárias das duas Casas Legislativas acontecerão, até quando perdurar o período “lockdown”, de forma virtual.

Na Assembleia Legislativa a medida começa nesta sexta-feira (05) e na Câmara Municipal entra em vigor a partir da próxima semana.

O presidente da Câmara Municipal de Fortaleza, vereador Antônio Henrique, durante a manhã desta quinta-feira (04), discutia a quantidade de plenárias que serão realizadas de maneira virtual nas próximas semanas.

Recentemente, a Casa aprovou modificação no funcionamento dos trabalhos legislativos. Na Resolução em vigor, há um limite para a quantidade de vereadores e assessores presentes no Plenário Fausto Arruda. Os parlamentares definiram que os trabalhos ocorreriam três vezes por semana, o que também pode ser alterado.

A Assembleia Legislativa, tem feito apenas uma sessão plenária, às quintas-feiras, onde parte dos deputados se faz presente em plenário. Hoje (04), o presidente, deputado Evandro Leitão, anunciou que seguirá o isolamento social rígido, decretado pelo governador Camilo Santana.

A medida vale a partir desta sexta-feira (05/03) até o dia 18 de março. Dessa forma, as atividades que atualmente são realizadas de forma híbrida – presencial e virtual – passarão a ser totalmente remotas nos próximos dias.

“Temos muita tristeza em anunciar isso. Por outro lado, temos a certeza de que essa decisão é a mais correta para que a gente possa salvar vidas, salvar aqueles que se dirigem ou que trabalham aqui na Assembleia, servidores, colaboradores, imprensa de uma maneira geral, parlamentares e assessores, para que possamos nos proteger a todos e aos nossos familiares”, destacou.

Deixe uma resposta