Prefeito Sarto vai decidir se sanciona ou veta as leis que dizem ser as igrejas e templos prestadores de serviços essenciais - Blog Edison Silva

Prefeito Sarto vai decidir se sanciona ou veta as leis que dizem ser as igrejas e templos prestadores de serviços essenciais

Danilo Lopes defende que atividade física praticada em academias seja considerada essencial. Foto: Reprodução/CMFor.

O prefeito de Fortaleza, Sarto, já recebeu os autógrafos dos projetos de Lei aprovados na Câmara Municipal que tornam as atividades em igrejas e templos religiosos, além das academias de ginástica e congêneres, como essenciais durante o período de calamidade pública.

O chefe do Poder Executivo, apesar de ter se comprometido em sancionar as propostas de Lei, deve aguardar algum tempo por conta do decreto de isolamento social mais rígido no Ceará.

De acordo com o decreto publicado pelo Governo do Estado, as igrejas e as academias de ginástica não poderão funcionar durante o período de isolamento social mais rígido, que vai desta sexta-feira (05) até o dia 18 próximo.

Durante sessão ordinária ocorrida na quinta-feira (04), os autores das matérias, Ronaldo Martins (Republicanos) e Danilo Lopes (Podemos) criticaram o fato de as matérias ainda estarem na Casa Legislativa, quase duas semanas após aprovação da Redação Final.

O presidente da Mesa Diretora, Antônio Henrique (PDT), publicou um vídeo assinando as matérias que foram encaminhadas para o Executivo, dentre elas as que versam sobre a essencialidade das atividades de igrejas e academias.

O vereador Jorge Pinheiro (PSDB) afirmou que esteve em contato com o prefeito Sarto e o chefe do Executivo teria se comprometido em sancionar a Lei que torna templos religiosos atividades essenciais.

Deixe uma resposta