Petista cearense defende uma relação madura entre o seu PT e o PDT - Blog Edison Silva

Petista cearense defende uma relação madura entre o seu PT e o PDT

Acrísio Sena é defensor da aproximação do campo democrático em Fortaleza. Foto: ALECE.

O deputado estadual Acrísio Sena (PT) acredita que é prematuro se discutir aliança eleitoral para o pleito de 2022. O momento, segundo ele, é de união entre o campo democrático em favor da aquisição de vacinas e garantia de emprego para a população.

No entanto, o petista defende que o próximo passo seja de aglutinar forças contra o projeto de Governo que vem sendo implantado pela gestão do presidente Jair Bolsonaro.

De acordo com Acrísio, a relação entre PT e PDT precisa ser tratada de forma madura. Ele ainda defende a construção de uma frente ampla pela democracia, em que tenha como foco a aquisição de vacinas e garantia de emprego e renda para a população.

“Essa é a bandeira fundamental que deve unir o campo democrático e popular. Precisamos sentar e ver o que é emergencial para nós no atual momento, que é a vacina, o auxílio para os trabalhadores e depois vamos debatendo quais os cenários e o programa de reconstrução da economia brasileira frente às teses liberais que estão sendo colocadas em prática pelo atual Governo”.

Segundo Acrísio, a realidade entre as duas siglas em Fortaleza é diferente daquela construída em nível estadual desde 2006 com a eleição de Cid Gomes para governador do Estado. Acrísio Sena acredita na possibilidade de evolução no debate de uma eventual aliança, passado o momento de discussão da Reforma da Previdência na Câmara Municipal. “Temos possibilidade de discutir e o PT pode colaborar com um programa importante para Fortaleza, mas temos tempo para isso”.

“É cedo para definir nomes para 2022. O fundamental agora é esse campo democrático lutar pelo aprofundamento da democracia brasileira, por esse plano nacional de imunização porque se não voltamos para a normalidade da economia e da vida, não temos como debater 2022. Precisamos de um programa de reconstrução do Brasil e em cima dessas teses abrir o diálogo sobre o campo de aliança e os melhores nomes que possam ajudar a compor” – (Acrísio Sena)

O deputado destacou, ainda, o foco que o governador Camilo Santana tem dado no combate à pandemia do novo coronavírus, deixando questões político-eleitorais em segundo plano. “Sem vacina, não teremos nenhum grau de normalidade política, da saúde, econômica e muito menos do processo eleitoral do ano que vem. A cabeça do governador, neste momento, está corretíssima. Pensar em salvar vidas”.

Deixe uma resposta