Expectativa na Câmara Municipal de Fortaleza é pela Reforma da Previdência que deve ser encaminhada por Sarto - Blog Edison Silva

Expectativa na Câmara Municipal de Fortaleza é pela Reforma da Previdência que deve ser encaminhada por Sarto

O prefeito pode mandar a matéria já na próxima segunda-feira (01/02). Foto: Reprodução/Youtube.

Os vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza estão na expectativa de ter em mãos o texto da reforma previdenciária, que deve ser encaminhada para a Casa pelo prefeito Sarto já nos primeiros dias de retorno dos trabalhos do Poder Legislativo, a partir da próxima semana, iniciando o mês de fevereiro.

O líder do Governo, Gardel Rolim (PDT), inclusive, tem se reunido, individualmente, com seus pares, para tratar desse e de outros assuntos que devem pautar as primeiras sessões da Casa.

A proposta deve gerar uma certa polêmica entre aliados e opositores do Governo, a depender do texto que deve ser encaminhado pelo Poder Executivo. A tendência é que alguns parlamentares da oposição se posicionem favorável à medida, uma vez que a Reforma da Previdência de Fortaleza trata-se de atender a uma determinação federal que impõe aos municípios o dever de se adequarem à lei previdenciária nacional.

Os opositores de partidos de esquerda, esses, sim, tendem a se manifestar contrários ao texto. Alguns governistas também tendem a fazer o mesmo, visto o posicionamento de seus partidos em nível nacional, quando da Reforma Previdenciária no Congresso Nacional.

Vereadores ouvidos pelo Blog do Edison Silva chegaram a dizer que já estavam estudando o tema e preparando emendas ao projeto original a ser encaminhado por Sarto.

No ano passado, havia uma expectativa para que o ex-prefeito Roberto Cláudio colocasse a matéria em pauta para discussão, porém, por conta da pandemia do novo coronavírus, a gestão preferiu não enviar a mensagem, já que as atenções estavam todas voltadas para o combate aos efeitos da Covid-19 na vida da população fortalezense.

De acordo com Gardel Rolim, o texto da Reforma Previdenciária ainda necessita de alguns ajustes para ser encaminhado para a Câmara Municipal de Fortaleza. “A gente sabe que tem uma obrigação federal para se fazer a reforma e estamos discutindo o melhor texto e o melhor formato. A proposta ainda não está concluída. Ainda temos algumas discussões nesta semana sobre o texto que será levado pelo prefeito, através de mensagem, no dia 1º de fevereiro”.

Deixe uma resposta