Ex-vereadores e suplentes estão aguardando as próximas nomeações do Governo Sarto - Blog Edison Silva

Ex-vereadores e suplentes estão aguardando as próximas nomeações do Governo Sarto

Sarto convidou até agora para o primeiro escalão apenas um vereador, Elpídio Nogueira. Ésio Feitosa é o articulador político do Governo. Foto: Divulgação.

O clima ainda é de apreensão entre ex-vereadores e suplentes que não obtiveram êxito no pleito do ano passado para a Câmara Municipal de Fortaleza. Muitos deles ainda aguardam ser contemplados pelo prefeito Sarto, com nomeação para cargos na Prefeitura.

Outros, porém, esperam retornar para a Câmara Municipal, a depender das mudanças que ainda devem ser feitas pelo chefe do Executivo da Capital cearense. A vereadora Cláudia Gomes (DEM), por exemplo, deve ser nomeada secretária da Juventude.

Mas para isso acontecer, a pasta precisa ser criada quando o prefeito encaminhar a proposta de Reforma Administrativa para a Casa Legislativa. De acordo com informações de auxiliares do prefeito, o projeto deve ser encaminhado para a Câmara ainda neste mês, e será votado pelos vereadores somente em fevereiro.

Além dessa secretaria, pelo menos outras duas devem ser criadas: a do Bem-Estar Animal e da Primeira Infância, que já foram confirmadas por Sarto.

Caso Cláudia Gomes seja nomeada secretária da Juventude, o filho do deputado Tin Gomes (PDT), o suplente Adams Gomes (DEM), assume a vaga deixada pela correligionária.

Até o momento, somente um vereador foi indicado para o primeiro escalação da gestão de Sarto, o seu irmão Elpídio Nogueira (PDT), que já comanda os trabalhos na Secretaria de Cultura. Com isso, Carlos Mesquita (PDT) foi beneficiado.

O líder do Governo Roberto Cláudio nos últimos quatro anos, o ex-vereador Ésio Feitosa (PSB), foi convidado por Sarto para atuar à frente da articulação política. Ele é suplente do Partido Socialista Brasileiro.

Com a mudança na territorialização de Fortaleza, aumentando o número de secretarias executivas regionais, que passarão das atuais 07 para 12, subdivididas em 39 territórios, outros atores políticos locais esperam ser beneficiados. Muitos estão no aguardo de um convite que deve ser feito pelo prefeito de Fortaleza para assumir cargos ainda vagos.

Negociações

O Diário Oficial do Município dos últimos dias, por exemplo, mostra ainda vagos os cargos de secretários regionais executivos. Suplentes anseiam assumir uma vaga na Câmara Municipal de Fortaleza, a depender das negociações para levar mais vereadores para a gestão.

Ainda está no radar do Governo a ida do suplente Didi Mangueira (PDT) para o Legislativo da Capital cearense, visto o potencial de articulação do ex-vereador junto à base governista e bancada de oposição. O pedetista é o segundo na fila, agora que Carlos Mesquita se beneficiou com a vaga aberta por Elpídio Nogueira.

No entanto, existe a possibilidade de Iraguassú Filho (PDT), que é o próximo suplente do PDT, ser aproveitado pela gestão, o que faria Didi ser o primeiro na fila. Caberia então um vereador eleito do PDT se licenciar para ingresso do suplente. Chegou-se a cogitar a possibilidade de Renan Colares (PDT) assumir a Secretaria Regional onde está situado o bairro da Messejana, mas as tratativas não tinham avançado até o fim do ano passado.

Deixe uma resposta