Câmara de Fortaleza decide reduzir número de vereadores em plenário e realizar sessões duas vezes por semana - Blog Edison Silva

Câmara de Fortaleza decide reduzir número de vereadores em plenário e realizar sessões duas vezes por semana

Protocolo sanitário foi definido pela Mesa Diretora da Câmara. Foto: Ascom/CMfor.

A Câmara Municipal de Fortaleza decidiu, em reunião virtual, que durou toda a manhã desta sexta-feira (29), que vai reduzir o número de vereadores presentes durante as sessões ordinárias da semana. Os parlamentares também definiram que o número de atividades no Plenário Fausto Arruda será reduzido, ocorrendo sessões apenas nas terças e quartas-feiras.

A medida, definida pela Mesa Diretora em conversa com todos os demais vereadores da Casa Legislativa, foi tomada para evitar aglomerações nas dependências da sede do Poder Legislativo, visto a pandemia do novo coronavírus ainda assola a Capital cearense. No entanto, durante a reunião, parlamentares de oposição chegaram a se opor às indicações adotadas, o que fez com que alterações fossem feitas.

A Mesa Diretora deve, a partir de agora, elaborar um projeto de Resolução, que deve ser votado na próxima semana, a primeira desta atual Legislatura.

A solenidade de abertura dos trabalhos de 2021 acontecerá na segunda-feira, 1º de fevereiro, quando o prefeito de Fortaleza, Sarto, deve apresentar a mensagem prefeitural para a Câmara.

Todas as atividades desse dia também serão restritas, em formato 100% virtual. “O prefeito de Fortaleza, Sarto Nogueira, enviará uma mensagem e fará uma apresentação de forma virtual. Neste momento, não queremos correr o risco de ter aglomeração no equipamento público. Para que isso não ocorra, faremos 100% virtual”, disse o presidente Antônio Henrique.

Durante a reunião que ocorreu na manhã desta sexta-feira (29), ficou decidido que a Casa terá durante a semana duas sessões, uma na terça-feira e outra na quarta-feira, podendo estar presentes no plenário apenas 20 vereadores, que serão escolhidos para uso da palavra de acordo com a ordem alfabética. Eles devem utilizar a tribuna no Pequeno Expediente (cinco inscritos), tempo de liderança (Governo e Oposição), além do Pinga Fogo.

Os trabalhos da sessão devem ser tocados por um presidente, um vice-presidente e um secretário, que ficarão sentados na Mesa Diretora. Os demais parlamentares que não estarão na lista para uso da palavra, devem participar das plenárias por videoconferência.

Além das novas regras para as atividades do plenário, também se discutiu o plano de circulação na Câmara Municipal de Fortaleza e gabinetes de vereadores durante a pandemia. O presidente da Mesa Diretora, Antônio Henrique (PDT), apresentou as decisões do colegiado, mas os vereadores Priscila Costa (PSC) e Márcio Martins (PROS) se opuseram às medidas inicialmente apresentadas. Parlamentares da base governista e membros do PT e PSOL apoiaram a decisão.

Deixe uma resposta