Mesmo com o triplo de candidatos em relação a 2016, PCdoB obtém quase oito mil votos a menos em Fortaleza - Blog Edison Silva

Mesmo com o triplo de candidatos em relação a 2016, PCdoB obtém quase oito mil votos a menos em Fortaleza

Presidente estadual do partido, Luis Carlos Paes, teve apenas 445 votos para vereador. Foto: Divulgação.

O Partido Comunista do Brasil (PCdoB) não conseguiu reeleger seu único quadro na Câmara Municipal de Fortaleza. Com 5.501 votos, o vereador Evaldo Lima não logrou êxito. No total, o PCdoB recebeu 16.993 votos para vereador, bem abaixo do necessário para se fazer uma vaga no Legislativo da Capital. Este ano foi proibido a coligação proporcional.

O PCdoB, sabendo da dificuldade que enfrentaria no pleito deste ano, apresentou quase o triplo de candidatos com relação ao pleito de 2016, quando registrou apenas 17 candidaturas.

Em 2020 foram 49 postulantes comunistas. No entanto, a legenda não teve puxadores de votos, além do vereador Evaldo Lima, que foi seu principal postulante.

Em 2016, coligado com DEM, PSD e PMB, o PCdoB apresentou 17 candidatos, e conseguiu, ao todo, sozinho, 24.878 votos, abaixo dos 29.200 necessários para eleger um nome para a Câmara Municipal de Fortaleza. Evaldo Lima, com 8.149 sufrágios, só foi eleito graças ao número de votos das outras legendas da coligação.

No entanto, naquele ano, o partido contava com o apoio de Eliana Gomes, a ex-vereadora comunista que conseguiu 5.593 votos. Para o pleito de 2020, ela desistiu de tentar disputar uma vaga na Casa Legislativa ou de ajudar a sigla a atingir o quociente eleitoral para manter a única vaga na Casa.

Outro que desistiu da disputa, por motivos de saúde, foi Josenia, que em 2016 obteve 4.072 votos. A dupla poderia ter auxiliado o partido a eleger um nome para o Legislativo de Fortaleza. Assim como o ex-deputado federal Chico Lopes, que também foi sondado para a disputa, mas sua família não permitiu.

Com um candidato na disputa majoritária, Anizio Melo, o resultado não poderia ter sido mais pífio. O postulante obteve somente 2.264 votos para prefeito de Fortaleza, ficando nas últimas posições entre todos as candidaturas. Os 49 candidatos a vereador do partido obtiveram 16.993 votos, sendo este total 7.885 sufrágios a menos do que em 2016.

O presidente estadual da legenda, Luis Carlos Paes, também se candidatou a vereador de Fortaleza, obtendo somente 445 votos. Depois de Evaldo Lima, Ana Angélica foi a mais bem votada da legenda, com 1.697 votos. O restante dos postulantes obtiveram menos de mil sufrágios cada.

Deixe uma resposta