Apesar da redução de quadros na Câmara de Fortaleza, líder do PDT avalia como positivo desempenho do partido - Blog Edison Silva

Apesar da redução de quadros na Câmara de Fortaleza, líder do PDT avalia como positivo desempenho do partido

Vereadores do PDT que são membros da atual Mesa Diretora da Câmara. Foto: CMFor.

O líder do PDT na Câmara Municipal de Fortaleza, o vereador Iraguassú Filho (PDT), avalia como positivo o desempenho do partido na campanha eleitoral deste ano. A agremiação, que atualmente possui 16 membros, conseguiu eleger 10 vereadores para a próxima legislatura.

Em 2016, a sigla elegeu 11 nomes para a atual composição da Casa Legislativa. Nos últimos meses, outros cinco parlamentares ingressaram na sigla, que conta atualmente com 16 vereadores. Desse total, apenas sete foram reeleitos. Além dos vereadores que se reelegeram, foram eleitos para primeiro mandato os pedetistas: Lúcio Bruno, Júlio Brizzi e Ana Paula Brandão.

De acordo com Iraguassú Filho, porém, o partido, ao eleger o dobro de candidatos da segunda maior bancada para a próxima legislatura (o PROS elegeu cinco nomes), mostrou sua força nas urnas, inclusive, superando o número de votos de quatro anos atrás. “Acredito que o partido sai fortalecido. A gente esperava que fizesse 11 vagas, e alguns até defendiam 12. Agora, temos um projeto maior no segundo turno, que é a eleição do Sarto”, defendeu.

“O eleitor fortalezense vai decidir pelo melhor caminho, que é o Sarto. Ele dará continuidade a tudo que vem sendo feito pelo Roberto Cláudio, obviamente, fazendo as inovações necessárias. Lamento não ter logrado êxito, mas o importante é que houve crescimento e fortalecimento político. Não digo que a gente perdeu, até porque vamos ter que comparar o cenário de 2020 apenas com 2024”, avaliou.

“Não acho que houve erro. É uma nova conjuntura. A gente sabia que alguns nomes viriam da gestão e dois deles lograram êxito. Também sabíamos que a Ana Paula viria forte, porque o Márcio Cruz (vereador esposo da vereadora eleita) teve votação boa em 2016. Eu achava que oito não voltariam, mas a surpresa foi ser nove vereadores” – (Iraguassú Filho)

O parlamentar afirmou que o momento é de aceitar o resultado das urnas e buscar se reorganizar. “Vou continuar em defesa da primeira infância, do respeito ao meio ambiente e valorização do ensino público. O Sarto já tem várias propostas no mesmo sentido. Eu vou dar continuidade ao trabalho, sem mandato”, disse.

Além dos 10 vereadores do PDT, a coligação que apoia Sarto elegeu outros 15 parlamentares. De acordo com Iraguassú Filho, apesar dos apoios que a candidatura pedetista tem recebido, é preciso ter humildade, uma vez que o primeiro turno trouxe surpresas que não foram percebidas pelas pesquisas de intenção de votos.

Ele citou, por exemplo, o caso de Juazeiro do Norte, onde o atual prefeito, Arnon Bezerra (PTB), apesar de ter pontuado bem nas amostragens publicadas, não foi reeleito. “Não adianta ter apenas o apoio dessas lideranças. A soma dessas forças é importante, mas o eleitor é soberano. Para ter êxito, humildade é o primeiro caminho. O cidadão fortalezense vai escolher o que é melhor e a gente defende, com muita convicção, a eleição do Sarto”, concluiu.

Deixe uma resposta