Candidatos se comprometem a tomar mais cuidado nas ruas de Fortaleza após Sarto ser diagnosticado com Covid-19 - Blog Edison Silva

Candidatos se comprometem a tomar mais cuidado nas ruas de Fortaleza após Sarto ser diagnosticado com Covid-19

 

Luizianne Lins disse que ainda estamos em momento de pandemia, mas esteve se aglomerando em eventos públicos. Foto: Divulgação.

Os candidatos a prefeito de Fortaleza devem tomar mais cuidado durante a campanha, após o postulante Sarto (PDT) ser diagnosticado com Covid-19, na noite de segunda-feira (05). Segundo afirmaram ao Blog do Edison Silva, os prefeituráveis tendem a adotar todas as medidas sanitárias para evitar a proliferação do vírus. No entanto, nos últimos dias, o que se viu no dia a dia da agenda de cada um deles foram atitudes contestáveis.

Durante carreatas e caminhadas feitas por alguns dos candidatos foi possível perceber aglomeração e ações, como toque de mãos, abraços e proximidade com eleitores, ainda que os postulantes tenham se apresentado nas ruas com máscaras.

Como o Blog do Edison Silva mostrou na semana passada, a candidata do PT, Luizianne Lins, evitou realizar atividades externas, e um dos motivos apontados por ela é, justamente, para evitar presença ao lado de muitas pessoas. Segundo ela, ainda estamos vivendo em um processo de pandemia. Ainda assim, a petista foi vista se aglomerando em atividades públicas.

O candidato do PV, Célio Studart, também vem alertando desde o início da campanha as medidas que devem ser adotadas pelos seus adversários para evitar a proliferação da doença, uma vez que ainda estamos vivendo sob o processo de isolamento social decreto pelo governo do Estado do Ceará. O postulante foi autor da consulta pública ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) que tentava evitar a realização de eventos que gerassem aglomerações.

“É uma tremenda hipocrisia qualquer agente público que faça carreata, aglomeração e bandeiraço, porque muitos dos candidatos são mandatários de cargos eletivos e todos sabem a gravidade da Covid. Induzir a população a eventos de campanha é colocar o voto acima da saúde do eleitor, do cidadão”, disse.

Agenda

Capitão Wagner (PROS) manteve a agenda para esta quarta-feira (06) com caminhada na Granja Lisboa e reunião em hotel de Fortaleza. No entanto, o postulante afirmou que está analisando a possibilidade de mudança na campanha nos próximos dias. Ele entrou em contato com Sarto e desejou o pronto restabelecimento ao ex-colega de parlamento.

Heitor Freire (PSL) também ligou para Sarto, mas de acordo com sua assessoria a agenda do candidato não será alterada, visto que ele já estaria tomando os devidos cuidados para evitar contaminação pela Covid-19. Heitor Férrer (SD) também desejou melhoras para o colega da Assembleia Legislativa. Segundo ele, o acometimento do pedetista é demonstração de que o contágio é muito mais fácil do que se imagina.

“O Sarto está sempre de máscara, não se expõe tanto em aglomerados, mas cumprimenta muita gente, e muitos nos dão as mãos. É sempre um risco. As pessoas querem nos abraçar, apertar a mão. Então é andar de máscaras e pedir a Deus que não pegue um desses cidadãos que estão com o vírus”, afirmou Férrer.

Renato Roseno (PSOL) afirmou que não realiza carreatas pela cidade, visto a aglomeração que causa e disse que vai aumentar os cuidados durante a campanha. A candidata Paula Colares (UP) afirmou que manterá a campanha como já vem sendo realizada, mas com mais cuidados.

Deixe uma resposta