Portaria destina 30% das vagas às mulheres em ações institucionais na Escola Judiciária Eleitoral do TSE - Blog Edison Silva

Portaria destina 30% das vagas às mulheres em ações institucionais na Escola Judiciária Eleitoral do TSE

O objetivo da portaria é desenvolver a paridade de gênero como norma nos eventos na EJE/TSE. Foto: Blog do Edison Silva

Na última quinta-feira (10) foi assinada uma Portaria do TSE que estabelece reserva de 30% da participação feminina em debates, seminários, concursos e outras atividades educacionais e institucionais na Escola Judiciária Eleitoral (EJE).

A decisão visa estabelecer paridade entre os gêneros nos eventos realizados nas EJEs e também estimular essas atividades nos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), destacando a importância das mulheres no espaço da Justiça Eleitoral.

A Portaria 665/20 promove a cota de gênero para que mais mulheres possam ocupar cargos de destaques como palestrantes e entrevistadas. No caso de eventos que tiverem apenas um convidado a EJE/TSE alternará os gêneros nos conseguintes eventos, garantindo a participação de todos de maneira igualitária.

 

 

Deixe uma resposta