Celso de Mello nega pedido de Bolsonaro para prestar depoimento por escrito sobre suposta interferência na Polícia Federal - Blog Edison Silva

Celso de Mello nega pedido de Bolsonaro para prestar depoimento por escrito sobre suposta interferência na Polícia Federal

O ministro do STF negou depoimento por escrito ao presidente por se tratar de um partícipe principal do inquérito. Foto: Marcos Corrêa/PR

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Celso de Mello, negou o pedido do presidente Jair Bolsonaro, para que ele pudesse  prestar depoimento por escrito no inquérito em que o presidente é investigado sob a acusação de tentar interferir na Polícia Federal. Esta investigação foi iniciada após o ex-ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, fazer uma acusação sobre uma suposta intervenção de Bolsonaro no comando da PF, em Brasília.

Na decisão, Celso de Mello aponta que a prerrogativa de depor por escrito é reservada apenas às autoridades que prestarão depoimento como testemunhas, o que não é o caso de Bolsonaro, que figura como investigado no inquérito. A Procuradoria-Geral da República, chefiada por Augusto Aras, defendeu que o presidente pudesse responder por escritos às perguntas formuladas pelos investigadores, rejeitado pelo ministro do STF.

 

Deixe uma resposta