Pré-candidatos do PDT apontam como gerar emprego e renda em Fortaleza a partir do próximo ano - Blog Edison Silva

Pré-candidatos do PDT apontam como gerar emprego e renda em Fortaleza a partir do próximo ano

Reprodução do facebook do prefeito Roberto Cláudio, presidente do PDT/Fortaleza.

Geração de emprego e renda em Fortaleza foi o tema do debate desta terça-feira (04), pelas redes sociais, entre os cinco pretendentes do PDT (Sarto Nogueira, Salmito Filho, Samuel Dias, Idilvan Alencar e Ferruccio Feitosa) ao cargo ocupado hoje pelo prefeito Roberto Cláudio (PDT). O evento teve a participação especial do pré-candidato a prefeito pelo Cidadania, ex-secretário de Turismo do município, Alexandre Pereira.

O mediador do debate foi o ex-ministro Ciro Gomes que conduziu as duas horas de discussão com uma preocupação constante de que o internauta, morador dos bairros da periferia, conseguisse entender o linguajar difícil de alguns debatedores.

Ciro Gomes, por várias vezes, interrompeu a fala do debatedor, para pedir que esclarecesse ao morador do Vila Velha, do Bom Jardim, termos difíceis como policêntrico, encubadora; e solicitar que os pré-candidatos falassem para os jovens da periferia como eles poderiam conseguir um emprego ou um trabalho em Fortaleza.

Ciro também introduziu no debate perguntas dos internautas. Citou indagações da Ana Rocha da Cidade 2000, Rose do Montese, Airton do Meireles, João Nelson, Renata do Benfica, Solange do Joaquim Távora, Diana dona de restaurante na Messejana.

Turismo, obras públicas, empreendedorismo, serviços, economia do mar, habitar o centro comercial da cidade, desburocratização, polo tecnológico, inteligência artificial, parceria com a iniciativa privada, compras governamentais, micro-crédito, operação urbana consorciada, foram algumas alternativas de solução apontadas de como o poder público, através da Prefeitura Municipal, pode aumentar o emprego e a renda na Capital.

Ciro Gomes fez questão de registrar a parceria da administração municipal com o Governo estadual tendo à frente o governador Camilo Santana do PT, que tornou possível a construção das Upas – Unidades de Pronto Atendimento, equipamentos essenciais nesse período da pandemia do coronavírus.

Deixe uma resposta