Luizianne Lins acena para partidos de esquerda, mas diz que aliança com "PDT do Ciro" será difícil em Fortaleza - Blog Edison Silva

Luizianne Lins acena para partidos de esquerda, mas diz que aliança com “PDT do Ciro” será difícil em Fortaleza

Para deputada federal, o “PDT do Ciro Gomes” não sabe o que é coletivo. Foto: Divulgação.

A pré-candidata pelo PT à prefeita de Fortaleza, a deputada federal Luizianne Lins, tem se dedicado às pautas urgentes no Congresso Nacional. No entanto, vez por outra, aproveita as redes sociais para se posicionar sobre o processo eleitoral na Capital cearense.

Em postagem recente no Twitter, a parlamentar afirmou que o “PDT do Ciro Gomes não sabe o que é coletivo”. E por esse motivo, uma aliança entre pedetistas e petistas na disputa eleitoral em Fortaleza seria difícil.

Quando diz “PDT do Ciro Gomes”, Luizianne deixa claro a que grupo do partido não quer estar alinhada. A petista, porém, não descartou a possibilidade, dependendo do cenário político dos próximos meses, claro.

Ela afirmou ainda que o PT de Fortaleza quer construir uma frente ampla com outras agremiações de esquerda, dentre elas PSOL, PCdoB, PCB, Rede, PV. A aliança com essas legendas também não é tarefa lá tão fácil.

Mesmo tendo se aproximado do PT nas eleições de 2018,  contra a candidatura de Jair Bolsonaro à presidente da República no segundo turno da campanha, a direção estadual do PSOL defende candidatura própria e descartou apoio à pré-candidatura de Luizianne, como desejava um grupo minoritário dentro da legenda socialista.

Na sábado passado, inclusive, o deputado estadual Renato Roseno foi escolhido por ampla maioria do partido como o pré-candidato socialista à disputa em Fortaleza. O PCB deve manter-se alinhado com a candidatura psolista na Capital.

Apoio

Histórico aliado do PT, o PCdoB também  lançou pré-candidatura, a do sindicalista Professor Anízio Melo. A sigla faz parte da base de sustentação do prefeito Roberto Cláudio desde o início de sua gestão, em 2013. A Rede Sustentabilidade é outra que já confirmou apoio à candidatura pedetista em Fortaleza.

Já o Partido Verde, o PV, tem tentado construir uma candidatura própria, a do deputado federal Célio Studart. Em entrevista recente ao Blog do Edison Silva, o parlamentar reiterou o interesse de se colocar na disputa eleitoral em Fortaleza, ressaltando, inclusive, que a aliança nacional entre PDT, Rede, PSB e PV não deve vingar em algumas cidades grandes, e a Capital cearense estaria entre elas.

Desgaste

Luizianne Lins já foi prefeita de Fortaleza de 2005 a 2012, e durante suas gestões, iniciou-se um processo de desgaste na aliança do PT da Capital com a família Ferreira Gomes, em especial, com Ciro e Ivo Gomes.

No pleito de 2012, ela lançou o então neófito Elmano de Freitas para prefeito da cidade, e este foi derrotado no segundo turno por Roberto Cláudio, que por sua vez, era apoiado pelo governador Cid Gomes. Quatro anos depois, nas eleições de 2016, Lins se lança candidata à prefeita, mais uma vez. Amargou a terceira colocação. Roberto Cláudio foi reeleito.

Deixe uma resposta