Direção do PDT inclui representante do PSB nos debates virtuais do partido - Blog Edison Silva

Direção do PDT inclui representante do PSB nos debates virtuais do partido

Élcio Batista (PSB) foi o convidado para debater Educação e Cultura. Foto: Reprodução/Facebook do prefeito Roberto Cláudio, presidente do PDT/Fortaleza.

A direção estadual do PDT convidou e incluiu no debate virtual desta terça-feira (28), entre os cinco pretensos candidatos do partido a prefeito de Fortaleza, o representante do PSB, o ex-chefe da Casa Civil do Estado, Élcio Batista.

O sociólogo foi apresentado pelo mediador do debate, senador Cid Gomes, como pré-candidato a prefeito da Capital e participou respondendo as perguntas dirigidas aos demais debatedores.

Senador Cid Gomes disse que nos próximos debates participarão Alexandre Pereira do Cidadania e deputado federal Célio Studart do PV. Educação e Cultura foi o tema discutido.

No final, Cid Gomes elogiou o talento, a inteligência e a capacidade dos cinco nomes do PDT postos para a escolha do candidato que vai enfrentar as eleições para suceder o atual prefeito Roberto Cláudio. “O PDT quer escolher um candidato que não seja do bolso do colete. Um melhor nome dos partidos aliados. Fortaleza é uma cidade libertária e não pode ter à frente alguém que seja vinculado a essa coisa terrível que é o Governo Bolsonaro”, alfinetou, referindo-se ao pré-candidato adversário, Capitão Wagner, que tem o apoio de partidos da base do Governo Federal.

Cid Gomes começou o debate perguntando a idade de cada debatedor. E dirigiu a primeira pergunta ao mais velho, deputado José Sarto, que tem 61 anos. O que fazer para melhorar a educação (Infantil e Ensino Fundamental) de responsabilidade do município?

Ampliar a oferta de matrículas, investir mais na escola de tempo integral, firmar parceria com a iniciativa privada, foram as sugestões dadas. A política de educação adotada no município de Sobral foi apontada por todos como exemplo a ser copiado pela Prefeitura de Fortaleza.

Cid Gomes aproveitou para enaltecer que das 100 melhores escolas do Brasil (com relação à nota média dos alunos do 5º Ano) 82 são do Ceará.

Mas o especialista em Educação, deputado Idilvan Alencar, informou que é preciso olhar para a evasão escolar. Em Fortaleza dois mil alunos, todo ano, desistem da escola. E 20 mil crianças e jovens fazem parte da geração que nem trabalha e nem estuda. Ele sugeriu uma busca ativa com parceria do Conselho Tutelar, do Ministério Público, para colocar esse contingente dentro da sala de aula.

A segunda pergunta foi sobre como melhorar a Lei do Fundeb permanente que tramita no Senado Federal. Algumas das sugestões o senador Cid Gomes disse que iria aproveitar para apresentá-las ao projeto de Lei.

Para conhecer a opinião dos debatedores sobre Cultura, Cid Gomes resolveu usar perguntas dos internautas: qual percentual mínimo que a Prefeitura de Fortaleza poderia dispor no Orçamento para a Cultura; como fazer com que Educação e Cultura andem de mão dadas dentro das escolas; preservação dos prédios públicos e como revitalizar o Polo Cultural da Avenida Monsenhor Tabosa, foram os questionamentos.

Deixe uma resposta