Visitas virtuais - deputado quer criar política de humanização para pacientes internados com Covid-19 - Blog Edison Silva

Visitas virtuais – deputado quer criar política de humanização para pacientes internados com Covid-19

Projeto propõe uma forma de gerar contato visual entre internados e entes queridos. Foto: Sesa/Governo do Ceará.

Tramita na Assembleia Legislativa do Ceará o Projeto de Lei nº 146/2020, de autoria do deputado Nizo Costa (PSB), que dispõe sobre a instituição da política de humanização do relacionamento de pacientes internados em decorrência do novo coronavírus (COVID-19) com seus familiares, visando proporcionar contato periódico entre eles, por meio de visitas virtuais (chamadas de vídeo).

A ideia do parlamentar é o fortalecimento do vínculo entre paciente e familiares, garantindo apoio psicológico durante a internação. Segundo a redação proposta, as visitas virtuais deverão ser realizadas sempre que o paciente tiver condições de fala, ou visão, ou audição e em comum acordo com a família. A comunicação também servirá como canal de comunicação para esclarecimentos sobre a evolução clínica e o processo de recuperação do paciente.

O projeto prevê ainda que, na completa impossibilidade da realização de visitas virtuais, a comunicação poderá ser realizada por meio de ligação telefônica ou mensagem por aplicativos de mensagens instantâneas.

Na justificativa do Projeto de Lei, o deputado afirma que se deve considerar o enorme potencial de sofrimento dos diversos personagens envolvidos neste período de pandemia, desde pacientes e familiares até profissionais que compõe a equipe de saúde.

Para Nizo Costa, o encontro virtual entre paciente e entes queridos ‘serve para minimizar o sofrimento causado pelo processo de internação e o desgaste emocional, bem como o sofrimento relacionado ao isolamento, evitando o surgimento de quadros de transtornos depressivos e de ansiedade’.

“A proposta é otimizar e humanizar a comunicação e acolhimento dos pacientes e familiares afetados pela doença, e também propor meios que viabilizem o atendimento psicológico de pacientes e familiares, que por motivos de segurança, as políticas de visita a pacientes internados diagnosticados com o novo coronavírus são bastante restritivas, algo que, segundo relatos publicados nas redes sociais e nos veículos de imprensa, causa bastante angústia tanto em quem está doente, quanto em seus respectivos familiares”, conclui o parlamentar.

Deixe uma resposta