Luizianne quer convocar Paulo Guedes para esclarecimentos sobre atraso no pagamento do auxílio emergencial - Blog Edison Silva

Luizianne quer convocar Paulo Guedes para esclarecimentos sobre atraso no pagamento do auxílio emergencial

No requerimento, Luizianne Lins ressalta que ministro Onyx Lorenzoni também tem pedido de convocação em aberto na Casa. Foto: Divulgação.

A deputada federal Luizianne Lins (PT) deu entrada em requerimento na Câmara Federal solicitando a convocação do ministro da Economia, Paulo Guedes, para que ele preste esclarecimentos sobre os procedimentos adotados pelo Ministério e suas instituições vinculadas para o pagamento da renda básica emergencial. De acordo com a parlamentar, pessoas têm reclamado que buscam “sem sucesso” acessar o direito de receberem o benefício.

“Tenho recebido uma enxurrada de reclamações de pessoas que, em nosso Estado, buscam sem sucesso acessar o direito de receberem a renda básica emergencial, aprovada pelo parlamento brasileiro, mesmo quando preenchem os requisitos e atendem os critérios estabelecidos, necessários para a concessão do benefício. Muitas informações convergem para a certeza de que há um grave problema em âmbito nacional”, declara a petista em sua justificativa.

Segundo ela, portais de notícias do Brasil têm notificado que mulheres que criam filhos sozinhas esperam pelo auxílio emergencial durante a pandemia. Em uma das reportagens “elas relatam problemas com cadastro e no recebimento do primeiro lote benefício. Creches e escolas estão fechadas e mulheres dizem não ter onde deixar as crianças; dinheiro é única chance de pagar contas e comprar comida.” 

Lins ressalta, ainda, que o Brasil já tem quase seis mil pessoas mortas pelo contágio do coronavírus até o momento, sendo que a população se protege através do distanciamento social o que aumenta a necessidade de apoio do Estado brasileiro, “sob pena de sofrer com a falta de alimentação e utensílios cotidianos essenciais para a sobrevivência”.

Bolsa Família

“A situação social do Brasil já era gravíssima mesmo antes da pandemia. As informações veiculadas pela imprensa dão conta de que a fila de pessoas aguardando pelo benefício do Bolsa Família, que estava zerada desde 2018, subiu para 1,5 milhão de famílias durante o Governo Bolsonaro, sobretudo embalada pela consolidação de um elevado índice de desemprego formal”, reclamou.

Segundo disse, se faz necessário, de forma urgente, a indagação ao ministro da Economia sobre os métodos adotados para o efetivo pagamento do benefício pelo Governo, através de procedimentos adotados por diretrizes gerais, ou mesmo por instituições vinculadas ao Ministério da Economia, como a Caixa Econômica Federal.

Onyx

Já tramita na Câmara dos Deputados requerimento convocando o ministro de Estado da Cidadania, Onyx Lorenzoni. “No meu entendimento, o comparecimento dos dois ministros se faz complementar, urgente e fundamental. Somente com o diálogo aberto e franco, a partir de esclarecimentos objetivos, poderemos encontrar formas de mitigar o impacto da atual crise e buscar meios para solucionar o problema”, disse.

Deixe uma resposta