Próximas votações na Assembleia serão pelo sistema virtual. O plenário está fechado. Deputados contraíram o vírus - Blog Edison Silva

Próximas votações na Assembleia serão pelo sistema virtual. O plenário está fechado. Deputados contraíram o vírus

O plenário da Assembleia Legislativa do Ceará vai permanecer vazio por vários dias, até diminuir a ameaça do coronavírus. Foto: Blog do Edison Silva.

O aumento do pessoal da segurança pública do Estado do Ceará, que estava previsto para ser votado nesta quarta-feira (18) na Assembleia Legislativa, não aconteceu por conta do cancelamento da sessão ordinária, por ordem do presidente da Casa, deputado José Sarto, em razão da ameaça de propagação do coronavírus que já atingiu dois deputados estaduais: o próprio presidente e o líder do Governo, deputado Júlio César, segundo alguns parlamentares. O presidente Sarto não confirmou, mas o líder do Governo publicou nota dizendo ter recebido a confirmação do exame feito para constatar que havia adquirido o vírus.

O anúncio de que dois deputados contraíram o vírus foi feito publicamente pelo deputado Heitor Férrer ao sugerir a suspensão definitiva, por um certo período, do funcionamento do Plenário da Assembleia, onde acontecem as sessões da Casa. Antes, a própria assessoria do presidente José Sarto, distribuiu uma nota em que suspendia a realização da sessão desta quarta-feira (18), sem informar até quando permanecerá o novo expediente dos servidores do Poder Legislativo, assim como a nova sistemática de ingresso de populares nas dependências da Assembleia.

Além da matéria do Governo do Estado, tratando sobre a melhoria salarial dos militares cearenses, outras mensagens estavam na votação desta quarta-feira. Agora, as votações, de modo virtual, deverão acontecer no início da próxima semana, após o Departamento de Informática preparar todo o aparato que permita, sem grandes dificuldades, cada um dos deputados votar.

Na Câmara dos Deputados, no início da semana, o presidente daquela Casa, deputado Rodrigo Maia, já havia admitido que algumas votações ali seriam feitas pelo sistema virtual, após o estabelecimento de um consenso sobre cada matéria colocada em votação.

Na Assembleia Legislativa cearense, até agora, não foi definido o critério de como vão proceder os deputados, segundo disseram alguns deles ouvidos pela equipe do Blog do Edison Silva.

Leia a nota sobre a suspensão das sessões presenciais do Legislativo cearense:

“O presidente da Assembleia Legislativa, deputado José Sarto (PDT), determinou que as sessões plenárias ordinárias presenciais sejam suspensas e solicitou que as equipes de Tecnologia da Informação, de Comunicação Social e do Departamento Legislativo desenvolvam um sistema de deliberação remota para realização de votações virtuais. Tão logo esse sistema esteja pronto e testado, uma sessão plenária virtual será convocada para votação das matérias em pauta na ordem do dia.

Além da suspensão de todos os eventos da Casa, o acesso à sede do Poder Legislativo passa a ser restrito a apenas parlamentares, servidores, funcionários terceirizados e prestadores de serviços. As medidas visam evitar a disseminação do coronavírus na sede do Legislativo Estadual. A partir desta quarta-feira (18), o horário do expediente administrativo da Casa passa a ser das 9h às 13h.

O presidente Sarto ainda orienta os gestores de cada setor a estabelecerem regime de teletrabalho para todas as situações possíveis, bem como a dispensarem da frequência aqueles que apresentarem sintomas gripais, que tiveram contato com casos confirmados de infecção por COVID-19 ou que integram o grupo de risco como idosos e pessoas com comorbidades (diabetes, hipertensão arterial, insuficiência cardíaca).”

Veja a gravação do deputado Heitor Férrer (SD) sobre os parlamentares que contraíram o vírus e conclamando à população para o isolamento domiciliar:

Deixe uma resposta