Partido Progressistas se fortalece na Câmara Municipal de Fortaleza e outras legendas deixam de ter representantes - Blog Edison Silva

Partido Progressistas se fortalece na Câmara Municipal de Fortaleza e outras legendas deixam de ter representantes

Com mais de 9 mil votos na eleição de 2016, Benigno Júnior é um dos nomes que ingressaram no PP. Foto: CMFor.

Em meio à crise do novo coronavírus as discussões políticas seguem a todo vapor na Câmara Municipal de Fortaleza. Visando se fortalecer para o pleito deste ano, partidos estão buscando vereadores com chances reais de eleição durante as disputas eleitorais.

O Progressistas (PP) é uma dessas legendas, que, apesar de, atualmente, não ter um só representante na Casa deve se fortalecer e se tornar a segunda maior agremiação no legislativo da Capital cearense.

A política segue sua dinamicidade. Há cerca de duas semanas, o PP perdeu seu único representante na Casa, o vereador Eron Moreira, que migrou para o PDT. No entanto, o partido já mantinha diálogo com outros parlamentares, objetivando ter representantes em ao menos 10% das cadeiras do legislativo.

Depois de muita conversa com os vereadores Benigno Júnior, do PSD, “Bá”, do PTC, e Emanuel Acrízio, do PRP, o partido conseguiu atrair o trio. A legenda ainda segue diálogo com outros vereadores, e espera filiar, até a próxima semana, José Freire e Frota Cavalcante, ambos atualmente no Patriotas.

Caso consiga filiar todos esses parlamentares, o partido se consagra como a segunda maior força da Câmara Municipal de Fortaleza, atrás apenas do PDT. O Progressistas buscou parlamentares com votação mediana, com votação entre 5 mil e 7 mil sufrágios. Destoa deste número Benigno Júnior, que obteve mais de 9 mil votos no pleito de 2016.

Com o ingresso da vereadora Bá no Progressistas, e de Cláudia Gomes no Democratas (DEM), o PTC deixa de existir na Câmara Municipal de Fortaleza. O PRP de Emanuel Acrízio é outra legenda que vai desaparecer, uma vez que Marília do Posto já fechou questão com o PSB.

O PSD é outra agremiação que poderá deixar de existir, caso Márcio Cruz ingresse no PDT. O parlamentar, porém, até o momento, está relutante em deixar os quadros da legenda, ainda que o presidente estadual do partido, Domingos Filho, tenha dito ao Blog do Edison Silva que tanto Cruz quanto Benigno Júnior não atuavam como membros do grêmio.

Quem se fortalece:

PP

Perde representantes:

PTC, PRP

Pode perder representantes:

PSD

Deixe uma resposta