“Janela partidária”. Com a permissão para troca de partido, os vereadores de Fortaleza formarão novas bancadas na Câmara Municipal - Blog Edison Silva

“Janela partidária”. Com a permissão para troca de partido, os vereadores de Fortaleza formarão novas bancadas na Câmara Municipal

Vereadores da base do prefeito Roberto Cláudio (PDT) deixarão suas siglas de origem. Foto: Miguel Martins.

 

Na próxima quinta-feira (05), começa o processo conhecido como “janela partidária”, onde aqueles candidatos ao pleito deste ano (vereador e prefeito) terão até um mês para deixar suas legendas e ingressarem em outras agremiações, sem serem punidos. O evento causará uma mudança considerável nos quadros da Câmara Municipal de Fortaleza, em que alguns partidos devem desaparecer da Casa e outros tendem a se fortalecer.

O PRTB, por exemplo, que elegeu quatro vereadores em 2016, deve ser um dos partidos a perderem representatividade no Legislativo da Capital cearense. A vereadora Priscila Costa, por exemplo, deve deixar o grêmio. Ela tem como opção o “Aliança pelo Brasil”, partido do presidente Jair Bolsonaro – ainda não registrado, ou o Partido Social Cristão (PSC).

Dr. Porto, Raimundo Filho e Paulo Martins também vão deixar os quadros da sigla republicana. Martins, por exemplo, deve ingressar no PDT, maior sigla da Casa, que ficará ainda mais robusta com ingresso de novos parlamentares, dentre eles Eron Moreira, atualmente no PP.

O PRP, atualmente com dois nomes na Câmara (Emanuel Acrízio e Marília do Posto) também deixará de existir, uma vez que os dois vereadores deixarão a sigla, conforme informações de vereadores da Casa.

O PSD também pode perder seus dois únicos membros: Benigno Júnior e Márcio Cruz. O próprio presidente estadual da legenda, Domingos Filho, já afirmou ao Blog do Edison Silva que os parlamentares estão liberados para ingresso em qualquer outro partido. No entanto, Martins ainda está relutante em deixar os quadros da legenda.

Dummar Ribeiro (Cidadania), Evaldo Costa (Republicanos), Frota Cavalcante (Pode), José Freire (Patri) e Jorge Pinheiro (DC) também estão dialogando saída de suas respectivas agremiações para ingresso em outras. Professor Eloi  deixa o Patriotas e Ana do Aracapé o DC para ingressarem no PL.

Base Governista

A vereadora Cláudia Gomes (PTC) deve ingressar no Democratas, sigla presidida por seu esposo, Marcílio Gomes. “Bá” também estuda deixar o PTC. Com isso, este também seria outro partido que deixaria de existir na Casa.

Os vereadores que vão deixar seus partidos, como fazem parte da base governista, aguardam um posicionamento do prefeito Roberto Cláudio para definir o caminho a tomar. PSB deve ser uma das siglas a receber esses vereadores egressos de outros partidos.

Além de Eron Moreira e Paulo Martins, Carlos Mesquita, atualmente no PROS, também deve ingressar no PDT.

E+

Siglas que podem deixar de existir na Câmara de Fortaleza

PRTB – DC – PSD – PRP – Republicanos – PTC

Siglas que devem se fortalecer

PDT – PSB – PL.

Deixe uma resposta