Cearenses já sofrem com alta nos preços de máscaras e álcool gel, denunciam deputados - Blog Edison Silva

Cearenses já sofrem com alta nos preços de máscaras e álcool gel, denunciam deputados

Heitor Férrer exibe caixa de máscaras que adquiriu com preço 400% maior do que era cobrado há um mês. Foto: ALECE.

A população cearense já vem sofrendo com a alta nos preços praticados por estabelecimentos comerciais na venda de máscaras e álcool gel, fundamentais para a prevenção do coronavírus. É o que denunciaram nesta sexta-feira (13), na Assembleia Legislativa, os deputados Heitor Férrer (SD) e Dra. Silvana Pereira (PL).

Heitor Férrer informou que solicitou ao Ministério Público do Ceará, por meio do Decom, a tomada de providências contra a prática de preços abusivos por parte de alguns estabelecimentos comerciais na venda de máscaras e álcool gel, fundamentais para a prevenção do coronavírus. Ele ressaltou que, no mês passado, uma caixa de máscara custava R$ 15 em determinada loja.

Hoje, o valor está quatro vezes maior. “Nesta semana fui na mesma loja, pedi a mesma marca da caixa de máscaras, e estava custando R$ 75. O aumento foi de 400%. Isso é absurdo”, apontou.

O deputado enfatizou que, da mesma maneira que uma pessoa com poder aquisitivo tem o direito de se cuidar para evitar o vírus, quem não tem recursos precisa ter o mesmo direito garantido. “O que está sendo feito é um oportunismo criminoso. O Ceará tem uma situação delicada na saúde normalmente. No meio de uma pandemia, o certo é ofertar de maneira que todos possam se prevenir”, afirmou.

Em aparte, os deputados Vitor Valim (Pros) e Walter Cavalcante (MDB) parabenizaram o parlamentar e ressaltaram a necessidade de o Poder Público fiscalizar os comércios para que os abusos de preços não ocorram.

Assembleia fiscalizadora

Também na sessão desta sexta-feira, Dra. Silvana criticou o aumento de preço de materiais de prevenção nas farmácias, e comparou a pandemia do coronavírus às epidemias sazonais de dengue, zika e chikungunya, que ocorrem anualmente no Brasil. A parlamentar sugeriu que a Casa faça algo a respeito da situação. “Temos que criar alguma lei, ou documento, que não apenas multe essas farmácias, mas que as punam de alguma forma, pois o cearense está sendo lesado nessa crise”, disse.

Em aparte, os deputados Vítor Valim e Walter Cavalcante propuseram a criação de uma mesa de gerenciamento de crise na Assembleia Legislativa para fiscalizar e administrar esse tipo de situação. Vitor Valim ressaltou que a Casa deve tratar esse assunto com a mesma seriedade que tratou a crise dos policiais. Walter lembrou que os governos Federal e Estadual precisam dar suporte àqueles municípios em dificuldades de se organizar preventivamente.

Já o deputado Renato Roseno (Psol) explicou que, se há comprovações de abuso contra o consumidor, no caso dos estabelecimentos comerciais, estes podem ser autuados. Ele considerou também que o Direito Penal Brasileiro decreta normas e penas para ocorrências do gênero em situação de calamidade ou emergência. O parlamentar informou ainda que formalizou a proposta de visita, por parte das comissões de Saúde e de Direitos Humanos da AL, aos hospitais que eventualmente poderão receber pacientes contaminados pelo coronavírus, para ver o que está sendo feito no sentido de atendê-los.

Roseno considerou também a importância de olhar para outros grupos vulneráveis, como crianças em abrigos institucionais, idosos em centros de acolhimento, adolescentes do sistema socioeducativo, a população carcerária, entre outros.

Um comentário sobre “Cearenses já sofrem com alta nos preços de máscaras e álcool gel, denunciam deputados

Deixe uma resposta