Secretários da Prefeitura de Fortaleza devem pedir exoneração até abril. Samuel Dias pode esperar até junho - Blog Edison Silva

Secretários da Prefeitura de Fortaleza devem pedir exoneração até abril. Samuel Dias pode esperar até junho

Roberto Cláudio e seu secretariado empossado em 2017. Foto: Divulgação.

Além do diálogo com lideranças partidárias e vereadores da Câmara Municipal de Fortaleza, o prefeito Roberto Cláudio também tem conversado com boa parte de seu secretariado que pretende ingressar na Casa Legislativa. Pelo menos oito deles já demonstraram interesse em se candidatar a vereador da Capital cearense, porém, somente cinco trataram do tema diretamente com o chefe do Executivo.

Aqueles gestores municipais que tenham interesse em disputar o pleito eleitoral deste ano devem estar atentos a determinados prazos, como por exemplo, desincompatibilização do cargo público com seis meses antes do dia da eleição para quem vai disputar cargo na Câmara Municipal.

Já os que queiram disputar o cargo majoritário, o prazo é outro: quatro meses antes do pleito. Ou seja, Samuel Dias, secretário Municipal de Governo deverá solicitar exoneração do cargo somente em junho deste ano. Isso porque parece ser de interesse do prefeito Roberto Cláudio que Dias seja o nome escolhido para a disputa deste ano à Prefeitura de Fortaleza.

Roberto Cláudio disse ao Blog do Edison Silva que, apesar de todas as sinalizações em torno do nome de Samuel Dias, os dois ainda não trataram, oficialmente, sobre o assunto. No entanto, o chefe do Executivo de Fortaleza está atento aos prazos, e deve segurar o secretario de Governo por mais dois meses na gestão.

Outros, porém, já sinalizaram para Roberto Cláudio que vão pedir exoneração de seus cargos, até abril, para se dedicarem à disputa eleitoral para a Câmara Municipal. São eles: Lúcio Bruno, da Articulação Política; Júlio Brizzi, da Juventude; Mosiah Torgan, do Desenvolvimento Econômico;  e Elpídio Nogueira, da Secretaria dos Direitos Humanos.

Esses foram os gestores que já conversaram com o prefeito Roberto Cláudio e sinalizaram o desejo de disputar uma das 43 vagas da Câmara Municipal. Natália Rios, de Políticas Públicas para Mulheres, também demonstrou interesse, mas por ser cargo comissionado, só sairá do cargo no fim de junho.

Outros, porém, ainda não dialogaram com o gestor, mas também pretendem estar nas eleições para a Casa Legislativa de Fortaleza.

São eles: o secretário-executivo da Regional II, o ex-vereador Marcus Teixeira; a coordenadora Especial de Proteção e Bem-Estar Animal, Toinha Rocha; e o secretário-executivo da Regional VI, Roberto Rios.

Veja os prazos para desincompatibilização de alguns cargos no âmbito municipal:

– Presidente e Diretor de Autarquia, Fundação e Empresa, Secretário Municipal

Para Prefeito ou Vice: 04 meses

Para Vereador: 06 meses

– Servidor público civil ocupante somente de cargo em comissão

Para Prefeito ou Vice: 03 meses

Para Vereador: 03 meses

– Servidor público civil ocupante de cargo efetivo e/ou cargo de confiança

Para Prefeito ou Vice: 03 meses

Para Vereador: 03 meses

– Autoridade Policial
Para Prefeito ou Vice: 04 meses

Para Vereador: 06 meses

– Médico (a) – Servidor ou Empregado Público
Para Prefeito ou Vice: 03 meses

Para Vereador: 03 meses

– Dirigente sindical
Para Prefeito ou Vice: 04 meses

Para Vereador: 04 meses.

Deixe uma resposta